A mãe do piloto Victor Steeman, que perdeu a vida na última terça-feira depois de um acidente na prova Mundial Supersport 300, faleceu dois dias após o filho.

Segundo a Racesport, Flora van Limbeek tinha 59 anos e teve um ataque cardíaco quando estava em sua residência em Lathum, na Holanda.

Flora era bastante próxima e maior de Victor, de 22 anos, que se envolveu em um grave acidente no último fim de semana.

O piloto de superbike estava internado em estado crítico desde que foi atingido por outro competidor — ele caiu em uma curva no autódromo do Algarve, em Portugal.

Victor liderava a prova em questão no momento em que perdeu o controle de sua moto. José Luis Pérez González, que vinha logo atrás a bordo de uma Kawasaki, não conseguiu ver o colega de profissão e acertou o jovem em cheio. O acidente gerou uma bandeira vermelha e, minutos depois, um helicóptero levou o piloto para um hospital na região. Ele estava internado desde então com politraumatismo e não resistiu.

Família havia deixado recado

Logo após o falecimento do piloto, a família do holandês, através do pai, Willem, havia deixado um recado para homenagear o jovem.

“Uma coisa que você sempre tem medo ao ser pai de piloto de motovelocidade aconteceu agora. Nosso Victor não conseguiu vencer sua última corrida. Apesar da dor insuportável e do pesar, temos muito orgulho em ter dividido com vocês nosso herói que, ao morrer, salvou outras cinco pessoas doando seus órgãos. Queremos agradecer a todos pela forma que viveram conosco os últimos dias. Vamos sentir uma saudade enorme de Victor”, escreveu ele.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.