Uma simpática bebezinha chamada Winry tem atraído bastante atenção devido a uma marca de nascença no rosto. Segundo a mãe da menina, Nicole Hall, a marca é uma condição rara chamada Nevos Melanocítico Congênito, ou NMC.

“Quando eles me mostraram pela primeira vez, pensei que fosse um hematoma”, contou Nicole Hall em entrevista concedida ao Good Morning America. Algum tempo depois, a mãe da menina de 13 meses descobriu que não se tratava de um machucado, mas, sim, de uma mancha rara.

De acordo com o relatório da Organização Nacional para Doenças Raras do Dr. Harper Price, do Phoenix Children’s Hospital, e da Dra. Heather Etchevers, da Marseille Medical Genetics, o NMC pode ser marrom-claro com manchas pretas, podendo se apresentar de várias maneiras, como no rosto ou qualquer parte do corpo.

Nicole disse que tem utilizado o alcance das redes sociais para promover uma maior conscientização sobre o NMC e ajudar outras pessoas a entenderem que ser “diferente” é seu superpoder.

“Para muitas pessoas, é a primeira vez que elas veem uma marca de nascença como a da minha filha e é por isso que gosto de compartilhar”, explicou a mãe. “É uma boa conversa para os pais terem com seus filhos e verem que as crianças têm diferenças, ou para aqueles pais que têm um filho que se parece com Winry ou tem qualquer tipo de marca de nascença para ver seu filho representado”, continuou.

O diagnóstico da pequena Winry pode colocá-la em maior risco de desenvolver melanoma, como informa o Hospital Infantil da Filadélfia. No entanto, Niocole disse que se preocupa menos com o risco de câncer do que com a frequência de bullying que sua filha pode sofrer à medida que for crescendo.

“Sua saúde e felicidade são nossa principal prioridade. Temos que monitorá-la com protetor solar. Sou cuidadosa com chapéus e esse tipo de coisa. Eu sei que nossa consulta regular de dermatologia provavelmente será nossa melhor amiga enquanto ela se desenvolve.”

Nicole ainda falou sobre a personalidade de Winry. “Ela apenas irradia alegria. Ela está quase sempre rindo ou gritando. Ela é simplesmente o bebê mais feliz que eu já vi”, declarou. “Ela fala muito. Teremos muito trabalho”, disse brincando.

Nicole finalizou a entrevista revelando que conversa com outras famílias que estão passando pelo mesmo e que algumas delas são do Brasil. “Conversamos com várias pessoas do Brasil com marcas de nascença. Uma delas tem uma que é quase idêntica a Winry e foi muito divertido falar com ela porque ela tem quase a minha idade.”

***
Redação Conti Outra, com informações de R7.
Fotos: Reprodução/Instagram.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.