Madri pretende combater a ilha de calor de sua cidade envolvendo-a com um mar de verde. O projeto de floresta urbana envolverá o plantio de quase meio milhão de árvores em um perímetro de 75 km ao redor da cidade. Quando as árvores atingirem a maturidade, devem absorver cerca de 175.000 toneladas de CO2 por ano.

Pinheiro negro, faia, zimbro espanhol e várias espécies de carvalho podem ser encontrados no meio árido da Espanha, onde fica a capital espanhola, e são essas árvores nativas que requerem pouca água ou condições de solo especializadas que irão constituir a nova floresta.

“O que queremos fazer é melhorar a qualidade do ar em toda a cidade, combater o efeito ‘ilha de calor’ que está acontecendo dentro da cidade, absorver as emissões de gases de efeito estufa geradas pela cidade e conectar todas as massas florestais existentes que já existem na cidade ”, disse Mariano Fuentes ao Euronews .

Como conselheiro do meio ambiente e desenvolvimento urbano de Madrid, Fuentes explicou que, para as cidades que expelem três quartos de todo o CO2 causado pelo homem, que tendem a absorver muito mais calor e ar pobre do que o campo circundante, métodos de combate às alterações climáticas e à degradação ambiental geral precisa ser variado.

“Tem que ser uma estratégia global”, acrescentou Fuentes. “Não se trata apenas de carros, mas também de uma estratégia de pedestres, a criação de corredores ambientais em todos os bairros … e acima de tudo … para envolver os cidadãos nesta nova cultura verde, é essencial para cada cidade enfrentar o futuro próximo da melhor maneira condições.”

Especialistas garantiram aos repórteres que “não é um parque”, mas certamente para os madrilenos amantes da natureza, será um lugar de descanso, sombra e habitat de pássaros que trabalhará dia e noite para absorver o excesso de calor e limpar o ar do megafone europeu -cidade.

***
Redação Conti Outra, com informações de Good News Network.
Foto destacada: Gran Via em Madrid de Felipe Gabaldón, licença CC.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.