Luisa Mell se oferece para pagar advogado para mãe de Miguel: “Lutaremos por justiça”

“Advogados que trabalham comigo vão coordenar e estou buscando alguém em Recife para atuar junto. Queremos justiça para Miguel”, disse a ativista Luisa Mell sobre o caso do menino de apenas 5 anos que faleceu ao cair do nono andar de um prédio enquanto estava sob os cuidados da patroa da mãe.

REDAÇÃO CONTI outra

A ativista Luisa Mell, que há alguns anos se empenha na luta pelo bem-estar animal, usou sua conta no Instagram nos últimos dias para repercutir o caso do menino Miguel, de apenas 5 anos, que faleceu após cair do nono andar de um prédio de luxo no Recife.

Em um post na rede social, Luisa escreveu: “A patroa mandou sua funcionária ir passear com os cães e ficou de tomar conta da criança. Mas irritada com o choro de uma criancinha assustada, ela o colocou no elevador sozinho! (…) Queremos justiça para Miguel. Por favor, quem conhecer a mãe, entre em contato comigo. Quero ajudar a pagar um advogado para o caso”, escreveu.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Meu coração está despedaçado com esta tragédia. Miguel, de apenas 5 aninhos, foi trabalhar com sua mãe, a empregada doméstica Mirtes Renata. Certamente, pq ela foi obrigada a voltar a trabalhar, mas como as escolas e creches estão fechadas n tinha com quem deixar a criança! Pois bem, a patroa mandou sua funcionária ir passear com os cães e ficou de tomar conta da criança. Mas irritada com o choro de uma criancinha assustada ela o colocou no elevador sozinho!!!!! Ele cada vez mais assustado, em busca de sua mãe, parou em um andar sem proteção e ao avistar sua mãe na rua… foi chamá-la e caiu do 9 andar deste condomínio luxuoso em Pernambuco! Imaginem o desespero desta criança! Imaginem a dor de uma mãe!!!! A patroa pagou a fiança de 20 mil reais e está respondendo em liberdade! E para meu espanto a polícia e imprensa n estão divulgando o nome dela. Parece que é esposa de politico do Estado. Uma vergonha! E se fosse o contrário?!? Queremos justiça para Miguel. Por favor, quem conhecer a mãe, entre em contato comigo. Quero ajudar a pagar um advogado para o caso. Me ajudem a não deixar esta mulher ficar impune pq é rica e influente. E aproveito para perguntar para nossos governantes: As mães estão tendo que voltar a trabalhar, MAS AS ESCOLAS e CRECHES estão fechadas sei lá até qd! Vão deixar as crianças com quem?!?? Eu com todos meus privilégios, estou encontrando extrema dificuldade de trabalhar e cuidar do meu filho. Mas como disse, tenho todos os recursos. Agora e quem n tem?!?? Não é um problema só das mães! É de toda sociedade! Com quem ficarão os filhos das trabalhadoras, sem escolas?!!?? #justiçaparamiguel

Uma publicação compartilhada por Luisa mell (@luisamell) em

À Revista Quem, a ativista contou que entrou em contato nesta sexta-feira com a família de Mirtes Renata, mãe de Miguel: “Estou falando com a prima dela. A mãe está bem abalada. Passou mal agora. Eu vou ajudar a fazer justiça. Quero ajudar no processo criminal e civil”, garantiu Luisa.

“Advogados que trabalham comigo vão coordenar e estou buscando alguém em Recife para atuar junto. Eu fiquei muito abalada com esta história. Chorei muito no telefone com a prima dela. Tudo o que eu puder farei”.

Luisa também falou sobre o fato de muitos veículos de imprensa tem escolhido não divulgar o nome e o rosto de Sari Corte Real, a patroa que estava responsável pelo menino quando tudo aconteceu. “Para meu espanto a polícia e imprensa não estão divulgando o nome dela. Parece que é esposa de político do Estado. Uma vergonha! E se fosse o contrário? Queremos justiça para Miguel. Me ajudem a não deixar esta mulher ficar impune porque é rica e influente”, escreveu a ativista.

“Eu com todos meus privilégios, estou encontrando extrema dificuldade de trabalhar e cuidar do meu filho. Mas como disse, tenho todos os recursos. Agora e quem não tem? Com quem ficarão os filhos das trabalhadoras, sem escolas?”, questionou Luisa.

***

Redação CONTI outra. Com  informações de Revista Quem e JC

Imagem de capa: Imagens reprodução

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.