O cantor Luciano Camargo, da dupla com Zezé, participou remotamento da edição deste sábado (28) do programa É De Casa, da Globo. Em uma homenagem emocionante ao pai, Francisco Camargo, falecido na última segunda-feira (23), ele falou das boas recordações da vida em família: “Meu convívio, antes de começar a cantar, era normal, com as broncas diárias que a gente tinha. Meu pai era um homem muito correto nas suas atitudes. Mas era um convívio muito doce.”

Luciano também se emocionpu ao relatar não ter tido a chance de se despedir do pai, já que está em isolamento devido ao quadro de Covid-19:

“Essa Covid tirou de mim o último abraço que eu poderia dar no meu pai. A Covid tirou o meu último abraço no meu pai, a despedida, e também tirou aquele abraço de conforto, que até agora não recebi.”

“Eu sei que vou abraçá-lo um dia, eu vou encontrar com o meu pai. Aí vou dar o abraço que não pude dar nele.”

Luciano contou que esteve com o pai um pouco antes da internação do patriarca da família Camargo em um hospital de Goiânia.

“Estive com o meu pai uma semana antes de ele falecer. No dia que descobri que estava com Covid, estava indo para a Goiânia. Da última vez que fiquei com ele, senti que era diferente. Senti que era o último abraço que estava dando no meu pai. Parece que eu já sabia que a gente não ia poder se despedir de verdade”, afirmou o artista.

***
Redação Conti Outra, com informações de GShow.
Fotos: Reprodução/Globo.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.