A lenda da Violeta

Existe um mito inglês sobre a violeta, e é esse que vou partilhar com vocês.

Segundo esse mito, o rei Frost (nome que significa em português gelo) sentia-se muito sozinho no seu grande palácio de gelo onde imperava o frio e faltava vida. Então, um dia, enviou emissários à procura de uma jovem bela e carinhosa que pudesse reconfortar o seu triste coração e trazer-lhe felicidade. Depois de terem andado dias sem conta, os emissários encontraram finalmente uma jovem, muito tímida mas lindíssima, que se apressaram a levar à presença do rei Frost. Assim que este a viu, ficou imediatamente apaixonado pela simpática jovem, e a frieza do seu coração fundiu como a neve funde ao sol. O nome da jovem era Violeta.

Graças ao amor e à ternura de Violeta, o rei Frost tornou-se bom e generoso e prometeu ao seu povo que, a partir daí, os Invernos rigorosos e sem fim do seu reino se tornariam amenos durante metade do ano.

Depois de algum tempo de viver no palácio do rei Frost, Violeta sentiu saudades do seu país e pediu ao rei para a deixar ir lá de visita. O rei acedeu ao pedido, mas com uma condição: Violeta voltaria ao seu país alguns meses por ano, mas transformada numa flor.

E é assim que, desde então, Violeta toma a forma de uma flor durante alguns meses do ano e regressa no Inverno ao reino gelado do marido…

A violeta é símbolo de modéstia, de fidelidade e de simplicidade.

***

Do Blog da Dulce Rodigues

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.