Timotinho Silva, assessor e sobrinho de Agnaldo Timóteo, anunciou hoje que a filha de 14 anos do cantor teve o processo de adoção concluído na Justiça. A adolescente é a destinatária de metade da herança de Agnaldo.

O cantor criou a menina desde os dois anos de idade, mas a adoção legal ainda estava em andamento — motivo alegado por Rutinete, irmã de Agnaldo, para entrar na Justiça protestando o direito de assumir os bens por julgar que o irmão estava ‘desorientado’ no ato da assinatura do último testamento.

Emtretanto, o advogado de Agnaldo, Sidney Pedroso, foi reconhecido como o inventariante e garantiu à filha adotada pelo cantor o acesso à herança.

Timotinho comemorou a decisão ao publicar uma foto com Keyty Evelyn e disse que a a justiça se cumpriu.

“Finalmente uma notícia boa. Muito feliz que Justiça foi feita, seja feliz minha querida Keyty. Que bom que a justiça respeitou o desejo do nosso querido [Agnaldo Timóteo].”, escreveu Timotinho.

Em julho, o advogado de Agnaldo já previa o reconhecimento da adoção. Em entrevista à RecordTV, Sidney mostrava-se otimista com o andamento do processo.

“Tudo se encaminha para que consigamos realizar o bom desejo do Agnaldo Timóteo, que é ver a filha dele, que foi a alegria da vida dele, Keyty Evelyn Timóteo, sendo adotada por ele, mesmo que postumamente.”, disse Sidney Pedroso.

Ruth, a irmã do artista, chegou contestar e pensar na anulação do testamento, afirmando que ele estava desorientado. Já para o advogado, tudo está se encaminhando para que a vontade do cantor seja respeitada.

O advogado ainda chegou a afirmar que a própria família de Timóteo não “ia com a cara” de Keyty, que não poderá se desfazer de sua herança material até que tenha 40 anos.

De acordo com o “Domingo Espetacular”, o patrimônio de Agnaldo, que inclui um apartamento em São Paulo e um sobrado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, chega a 30 milhões de reais, sem contar as obras artísticas do cantor.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL TV e Famosos.
Foto destacada: Murilo Alvesso/Divulgação.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.