O vídeo foi destinado ao dono do aparelho Iphone e gravado por Esther, de 16 anos, que encontrou o aparelho próximo a escola em Porto Velho.

Esther sabia que, se gravasse o vídeo, o dono poderia vê-lo quando acessasse a nuvem, disse Esther ao G1.

Nas imagens ela diz: “moço, dono do celular, você deixou cair. A gente encontrou, a gente está com ele”. Em seguida ela cita o nome da escola onde deixou o aparelho e finaliza empolgada: “é isso, vem buscar seu iPhone!!”.

Confira o vídeo

O dono do cel:

O proprietário do aparelho é o arquiteto Luiz Carvalho que contou para a entrevista do G1 que, quando estava a caminho de casa, o telefone caiu da sua bolsa. Ele percebeu a ausência do celular somente quando chegou em casa.

“Eu fiquei desesperado, porque tudo eu movimento no meu celular: conta, minhas mídias de trabalho, tudo está no celular. Tem tanta pessoa mal intencionada, que a gente já acha que não vai conseguir mais recuperar”.

Aí, ao acessar a nuvem veio a surpresa e a tranquilidade. Disse ele:

“Ela foi muito fofa, o vídeo dela foi muito natural. Esperteza dela né de pensar assim de imediato: ‘vou abrir a câmera que dá pra acessar’. E ela fez tudo certinho, nem levou pra casa, deixou na escola com uma pessoa responsável”, comemora.

“Eu acho que essa história inspira e serve para a gente acreditar que ainda existem pessoas boas”.

Foto: TikTok/Reprodução

Viralização

O caso aconteceu há aproximadamente duas semanas, mas viralizou nas redes sociais somente nos últimos dias, quando a namorada de Luiz fez uma publicação TikTok. Desde então, o vídeo já rendeu quase três milhões de visualizações.

“Nunca passou pela minha cabeça ter tanta repercussão numa atitude tão simples que eu fiz. Fiquei muito feliz”, comemorou Esther.

Foi também através da repercussão que ela e o Luiz se conheceram e tiveram o primeiro contato.

“Ele falou que queria agradecer pessoalmente, mas a gente ainda não se viu ainda. Fiquei feliz também pelas mensagens que eles mandaram pelo carinho. Que o meu exemplo sirva de inspiração para outras pessoas”.

***

Com Informações de G1

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.