Jovem compartilha últimas mensagens enviadas pela mãe, que faleceu por Covid-19 aos 42 anos

Giulia viralizou no Twitter ao exibir a última conversa que teve com sua mãe, que falou sobre a falta de vagas em UTI's.

CONTI outra

A jovem Giulia Dias, de 23 anos, moradora de Esteio, no Rio Grande do Sul, viralizou no Twitter nesta quarta-feira (3) ao compartilhar com seus seguidores as últimas mensagens trocadas com sua mãe, Valéria Heloísa, que falecu aos 42 anos de idade por complicações da Covid-19 na terça-feira (2). Na conversa de WhatsApp, a mãe fala sobre os problemas para conseguir uma vaga na UTI.

“Essa foi a última mensagem que tive da minha mãe, ela faleceu hoje por Covid-19 e tinha só 42 anos, deixando três filhas (uma de 8 anos) pra trás. Ela nunca vai ver eu me formar… Usem máscara, não saiam se não for necessário, por favor”, disse Giulia Dias, de 23 anos, moradora de Esteio, no Rio Grande do Sul.

E continuou: “Ela não era a mãe mais amorosa do mundo, mas ainda assim, era a minha mãe e eu amava ela. A forma de dar amor dela, era ser provedora, e ajudar os outros. Eu escolhi o caixão mais bonito que tinha pra ela e espero que ninguém mais tenha que passar por essa dor tão cedo na vida”, desabafou.

Entrevistada pela Marie Claire, Giulia conta que, durante a pandemia, sua mãe precisou trabalhar durante na sorveteria da qual era proprietária. O negócio era a principal fonte de renda da família.

Mesmo tomando todos os cuidados , muitos clientes não respeitavam o uso de máscara no local e a família acredita que ela tenha contraído o vírus no trabalho.

Valéria testou positivo para o novo coronavírus no dia 17 de fevereiro e precisou ir ao hospital diversas vezes por falta de ar, mas precisou ser internada no dia 21, um sábado. No último sábado (27), seu quadro piorou e Valéria precisava de um leito na UTI, mas o estado estava em superlotação.

“O único leito que encontramos disponível era em Santa Maria, interior do RS, umas 5h de viagem, e os médicos avisaram que ela não aguentaria. Só que ela ainda estava lúcida. Sábado passado ela seria entubada, mas escapou por pouco, nos chamaram no hospital e meu padrasto precisou recolher os pertences dela [celular, aliança, pulseira], por isso foi o meu último contato com ela…”, explicou Giulia, referindo-se ao print que viralizou na web.

***
Redação Conti Outra, com informações de Marie Claire.
Imagens: Reprodução/Redes Sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.