O protagonista desta história é Fabián García, de 37 anos, que vive no Chile. No ano de 2010, ele sofreu um acidente de carro com um grupo de amigos e acabou pendendo a mobilidade nas pernas. Mesmo que o acidente tenha representado grandes mudanças na sua vida, ele tem conseguido enfremtar as adversidades com garra, coragem e um bocado de criatividade.

Conforme noticiado pela TVN, Fabián trabalha como entregador para a empresa Rappi desde outubro de 2021. Tendo encontrado uma maneira de adaptar sua cadeira de rodas com uma scooter elétrica, ele percorre as ruas de Santiago do Chile fazendo entregas.

Fabián contou que percorre em média 25 quilómetros por dia. Ele disse ainda que seu meio de transporte adaptado funcionou muito bem para o trabalho.

Fabián disse também que considera seu método inovador no Chile, pois acredita que nenhum outro entregador tenha feito isso até agora no país. “Acho que sou o único no Chile, não vi mais ninguém. Acho que sou o único”, comentou.

“Trabalho de segunda a segunda para fazer uma cota diária de 20.000 ou 25.000 pesos chilenos, depende do dia”, acrescentou na entrevista.

A determinação de Fabián está se tornando uma fonte de inspiração para muitas pessoas, pois ele não se permitiu abandonar seus objetivos, mesmo frente a grandes dificuldades.

“Já não consigo andar, por isso me adapto e vivo a minha vida da forma mais confortável possível”, concluiu na entrevista.

***
Redação Conti Outra, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.