“Ivete não sabia”, mas a situação era muito mais grave do que o isopor quebrado

“Ivete não sabia que ela tinha quebrado a perna, porque nem isso eu consegui falar”, disse Edilene para o G1.

CONTI outra

Em matéria publicada no G1 no dia de hoje, o jornal apresentou o depoimento da vendedora Edilene, a mesma que teve suas caixas de isopor quebradas durante o carnaval de Salvador, e que foi acolhida pela cantora Ivete Sangalo.

Na entrevista descrita, a vendedora contou que uma de suas colegas, cujo nome é Carol, também sofreu as consequências da confusão. Mas para Carol, muito mais grave do que ter o material de venda prejudicado, houve a necessidade de socorro, pois ela quebrou a perna.

Ivete não teve noção total do ocorrido e, durante a confusão, prometeu comprar todo o produto da vendedora para que ela não sofresse e fosse lesada pelo prejuízo.

As falas de Ivete, conforme publicadas na matéria foram:

“É você que é a dona do isopor? Não chore não que eu vou comprar seu isopor que quebrou, eu vou comprar agora. Nem chore, minha irmã, porque é assim mesmo. Eu vi, foram dois isopores enormes, cheios de cerveja. Vai ter até mais cerveja do que tinha. Fique na sua. Calma que eu vou organizar aí. Calma”, disse a cantora.

“Ivete não sabia que ela tinha quebrado a perna, porque nem isso eu consegui falar”, disse Edilene para o G1.

Ou seja, Ivete agiu de maneira nobre e da melhor maneira possível com as informações que possuía. Que sigamos assim, cada um fazendo a sua parte!

***

Imagem de capa: reprodução G1

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.