A apresentadora do Masterchef Brasil , Ana Paula Padrão, foi infeliz ao fazer um comentário durante o episódio desta terça-feira (7). Parte do público ficou desconfortável com a fala de Ana.

A prova do dia era de carnes exóticas, ou seja, os participantes tinham que preparar pratos autorais a partir de carnes consideradas diferentes ou pouco usuais, como rã, codorna e bode.

Quando foi explicar o consumo da carne de bode em diversos estados no Norte e Nordeste brasileiros, Ana Paula afirmou que o animal está predominantemente na mesa “de pessoas que possuem pouco”.

Porém, o insumo é um iguaria tradicional da cultura sertaneja, que aproveita também outras partes do animal para vestuários e outras finalidades. Uma das técnicas tradicionais de se conservar o bode, predominante nos interiores de Pernambuco, é pela produção da “manta de bode”, quando o animal é desossado e a carcaça é aberta, salgada e seca ao sol, uma técnica ancestral de conservação da carne.

Já em outros estados nordestinos, o consumo de bode é cotidiano e a carne também é servida ao lado de carne bovina e de carneiro em churrascarias, e não é um alimento associado à economia ou redução de gastos.

Ana Paula Padrão incomodou muitos internautas, não só pela associação da carne de bode com a fome, mas também porque não fez comentários do tipo sobre as demais carnes consideradas exóticas que foram escolhidas para o desafio.

Segundo internautas, a correlação entre o consumo da carne e a escassez também reforça estereótipos negativos sobre o sertão nordestino, como se o preparo do bode não fosse relacionado a questões culturais.

Confira alguns tweets sobre a polêmica:

 


Com informações de Yahoo

 

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.