Influenciadora causa revolta entre seguidores ao associar mau cheiro à pele negra

Diante da repercussão negativa, a influenciadora fez um pedido de desculpas, sem no entanto admitir o erro: “Eu tenho amigos negros, colegas de trabalho negros, convivo com pessoas negras e por isso quero deixar mais uma vez registrado as minhas sinceras desculpas por esse mal entendido”.

REDAÇÃO CONTI outra

Um comentário lido como racista fez a influenciadora digital Isadora Farias se tornar o centro de uma enorme polêmica nos últimos dias. Em seu perfil no Instagram, a jovem postou um vídeo em que aparece em uma farmácia e fala sobre higiene pessoal. Em dado momento do conetúdo, ela diz que tem problema com fortes odores na axila e, por isso, compra produto para pele negra.

“Quem me segue há mais tempo sabe que eu tenho sério problema com ‘cecê’, eu tenho que passar desodorante bom. Inclusive às vezes eu compro de pele morena a negra porque o negócio aqui é punk”, disse ela.

O comentário fez com Isadora fosse acusada de racismo por associar o mau cheiro à pele negra. “A fala dessa influencer diz muito sobre o pensamento da branquitude racista, essa não é a primeira vez que ouço isso e infelizmente não será a última”, lamentou operfil Ativismo Negro, no Instagram. “Por qual motivo o cheiro de suor ainda é tão atribuído a população negra de forma tão peculiar?”, questionou o perfil Africanize.

Quem também se manifestou sobre a polêmica foi a dermatologista Katleen da Cruz Conceição. Ela fez questão de esclarecer o assunto do ponto de vista clínico. “As glândulas apócrinas são maiores e em número maior na pele negra, além de produzirem maior quantidade de secreção (Hurley, Shelley, 1960). Isso não explica a diferença no odor, pois este depende da colonização bacteriana”, informou.

Devido à repercussão negativa de seu cometário, Isadora fez um pedido de desculpas na rede, sem no entanto admitir o erro. “Antes de falar qualquer coisa eu quero pedir perdão, que é mais do que desculpas, pra todas as pessoas que se sentiram ofendidas com aquilo que eu falei. Eu não sou essa pessoa racista, eu amo os negros, eu amo todas as pessoas e trato as pessoas com igualdade. Quem me conhece sabe, quem me segue e me conhece pessoalmente sabe da minha conduta, do meu caráter, das minhas crenças e eu jamais falaria qualquer coisa de maneira racista ou para ofender qualquer que seja a pessoa”, disse ela.

“Eu tenho amigos negros, colegas de trabalho negros, convivo com pessoas negras e por isso quero deixar mais uma vez registrado as minhas sinceras desculpas por esse mal entendido”, completou a influencer.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Foto destacada: Reprodução/Redes Sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.