Flávio Gikovate nasceu em 1943 e publicou 34 livros. Psiquiatra, dedicou-se à psicoterapia e tornou-se um dos mais conceituados e reconhecidos psicoterapeutas brasileiros. Faleceu, aos 73 anos, em outubro de 2016.

As pessoas subestimam o lado bom da solidão. Ela não deve ser entendida apenas como a dor da transição após a ruptura amorosa que causa a sensação de incompletude. Aprender a lidar com esse desconforto poderá fazer com que sejam encontrados outros caminhos, de acordo com cada temperamento, para se sentirem bem sozinhas.

Neste vídeo, ele fala sobre a porta que se abre para a felicidade das pessoas que ficam sozinhas.

Confira o vídeo e deixe aqui o seu comentário.

Para acompanhar o autor, acesse também a sua Página Oficial

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.