Imagem de idoso procurando comida em supermercado vazio é retrato do egoísmo durante a pandemia

Vem rodando o mundo um triste registro fotográfico dos dias conturbados que estamos vivendo por causa da pandemia de coronavírus. Na imagem, um idoso desamparado encara prateleiras vazias de um supermercado. E este o resultado do egoísmo de muitos.

REDAÇÃO CONTI outra

O mundo está vivendo dias conturbados diante da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, que já vitimou fatalmente mais de 8 mil pessoas. Em diversas partes do globo, as pessoas são reféns do medo e, no impulso de protegerem a si e aos seus familiares, acabam por agir com irresponsabilidade, sem pensar no próximo. Esse comportamento claramente se nota ao ver que muitos estão estocando alimentos, medicamentos e produtos de higiene em casa, enquantos outros sofrem com a escassez desses mesmos itens.

A imagem que melhor representa este cenário é a de um senhor bastante idoso e aparentemente desamparado olhando para prateleiras vazias de uma supermercado na Inglaterra. Não há mais comida, medicamentos ou produtos de higiene e limpeza. Eis o resultado do egoísmo de alguns.

O registro foi feito por Milli Taylor e postado por ele em suas redes sociais. A imagem rapidamente viralizou e rodou o mundo. O semblante triste do idoso por não poder fazer suas compras, enquanto algumas pessoas estavam com carrinhos abarrotados deu o que falar.

Junto da fotografia, Milli Taylor escreveu: “Esta situação parte o meu coração. Estamos juntos nisto, podemos começar a agir como tal? Se está comprando mais do que precisa, outra pessoa fica sem nada. Por favor, pense nos outros antes de encher o seu carrinho”.

***
Redação CONTI outra. Com informações de 1news

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.