Sharing with Friends é uma instituição de caridade estabelecida em Brisbane, Austrália, iniciada por um grupo de cinco amigas que decidiram morar juntas para fazer companhia uma à outra e estar em um lugar seguro em seus ‘anos dourados’.

No site Sharing with Friends, as mulheres descrevem que o projeto nasceu sob a ideia do modelo de cohousing (cohousing ou habitação colaborativa) pelas vantagens de poder viver na companhia de outras pessoas com áreas comuns e também tendo espaços independentes. A este respeito, explicaram que “As cinco amigas decidiram que queriam viver juntas, calmas e felizes, em casas acessíveis deliberadamente construídas perto umas das outras, vivendo um cotidiano independente e também partilhando a companhia uma da outra, nos momentos em que cada uma decidir.”.

Desta forma, as amigas estabeleceram o modelo de moradia compartilhada que embora por fora se pareça com uma casa comum, por dentro possui uma infraestrutura especial com espaços comuns, como jardins e pátios centrais, sendo que cada uma possui espaços individuais com todas as comodidades, tais como: quartos, salas e cozinhas separadas.

Além disso, as amigas estabeleceram um acordo oficial com regulamentos e responsabilidades e sua ideia tornou-se uma excelente alternativa para outras mulheres de Brisbane que, como elas, buscavam combater a solidão e se mudar para casas mais acessíveis, já que o mercado imobiliário australiano tem custos altíssimos.

Esse foi o caso de Maggie Shambrook, uma mulher que se juntou a uma co-habitação do Sharing with Friends, pois embora ela tivesse uma carreira profissional de sucesso e uma boa vida criando seus três filhos, tudo mudou da noite para o dia quando ela foi demitida do emprego e enfrentou o dificuldades em encontrar trabalho como uma mulher idosa e encontrar uma nova casa.

A este respeito, a australiana disse: “Perdi o meu emprego e a minha casa onde vivia há 25 anos. Não tive sucesso no mercado de aluguel privado porque estava em Newstart. Candidatei-me a 30 propriedades e não encontrei onde morar”.

Felizmente, Maggie conheceu a comunidade Sharing with Friends e junto com outras quatro mulheres que passaram por situações semelhantes, compraram uma das co-casas e agora moram na companhia uma da outra, desfrutando de todos os benefícios da co-habitação, fazendo novos amigos e evitando solidão.

Desta forma, as moradias compartilhando com amigos tornaram-se uma excelente alternativa para mulheres que buscam viver em comunidade de forma segura, acessível e digna em seus anos dourados, e cada vez mais grupos de amigos optam por esta opção. em várias partes de Brisbane.

***
Redação Conti Outra, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.