Hotel de 5 estrelas fornece comida de graça aos trabalhadores da linha de frente em Londres

Pratos deliciosos e elegantes são entregues para agradecer aos heróis que trabalham com serviços essenciais durante a pandemia. Eles merecem!

Ana Carolina Conti Cenciani

Estamos em tempos de coronavírus e também vimos que são tempos de solidariedade. Com o passar dos dias, a situação ainda não tem uma solução visível e os funcionários da linha de frente continuam fazendo o possível para ajudar no combate ao coronavírus e no funcionamento dos serviços essenciais.

É por isso que o Hotel Berkeley, de 5 estrelas, em Knightsbridge, Londres, decidiu agradecer a todos aqueles que se expõem dia após dia, através de um serviço completo de comida e bebida a todos os trabalhadores que necessitam passar nos arredores do local.

Tanto o pessoal da saúde quanto a polícia e os bombeiros receberam deliciosos pratos que este luxuoso hotel prepara. Os alimentos não estavam sendo utilizados, afinal o estabelecimento está fechado temporariamente.

Eles fornecem quase 400 pratos de comida por dia devido à crescente demanda que eles têm. Para se ter uma ideia, um menu de degustação de oito pratos no restaurante -com estrela Michelin de Marcus- custa normalmente mais de US $ 140 por pessoa . Mas, agora todos os trabalhadores de frente estão recebendo gratuitamente como forma de agradecimento por seus esforços durante a pandemia.

No início, 250 pratos eram disponibilizados entre as 11:30 e as 16:00, além de distribuírem também chá e café a partir das 10 horas. Agora, o gerente geral do hotel, Knut Wylde, conta que as ofertas precisaram ser expandidas, chegando quase ao dobro de pratos fornecidos.

“Abastecemos todos os tipos de veículos de emergência, de ambulâncias a cavalos. Geralmente servimos entre 250 e 300 refeições por dia e ontem estava particularmente movimentado com quase 400. Parece que a notícia se espalhou, nossas equipes estão honradas e orgulhosas de ajudar a apoiar nossos serviços de emergência neste momento difícil”, conta Wylde ao jornal Metro Iniciativa.

O hotel, que faz parte do Maybourne Hotel Group, também possui o The Connaught Group e os locais de acomodação de Claridge, que permaneceram abertos para permitir que os profissionais de saúde da linha de frente passem a noite entre os turnos e façam refeições noturnas. Tudo grátis. Um gesto nobre!

 

Com informações de UPSOCL

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.