Homem também chora: Campanha questiona antigos e nocivos estigmas masculinos

Por meio de 7 pôsteres emocionantes, uma campanha expôs os esttigmas que tanto prejudicam os homens. A masculinidade tóxica é um problema de todos!

CONTI outra

Um dos pontos mais mal compreendidos do feminismo é que não tem a ver apenas com as demandas por igualdade no trabalho e perante a lei, mas também com respeito na vida social das mulheres. Há toda uma parte de suas abordagens que se concentra em mudar alguns comportamentos que afetam a todos nós. Vários deles têm tudo a ver com as exigências que os homens colocam uns aos outros, não apenas no que se refere ao relacionamento com as mulheres.

“Os homens também podem ser feministas.”

Muitas das coisas que nos ensinaram quando crianças podem acabar nos prejudicando a longo prazo. A caricatura do homem que nunca expressa seus sentimentos, aparentando ser machista e viril, mas que morre de infarto fulminante aos 55 anos, é real demais para que esses problemas sejam ignorados.

“Os homens também podem pedir ajuda.”

Para combater isso, o grupo Renaissance Youth Leaders Forum decidiu lançar uma campanha nas redes sociais, com foco na promoção de práticas mais saudáveis, em relação às demandas e comportamentos que os homens devem respeitar e manter em nossa vida social.

“Os homens também podem ter medo.”

Seus sete pôsteres emocionantes buscam expor várias práticas comumente referidas como parte da “masculinidade tóxica”. Entre eles está um dos mais tolos e deve desaparecer mais rápido: aquele que os homens “não usam rosa”.

“A masculinidade tóxica pode acontecer em qualquer lugar. Isto é o que parece.”

Há muito tempo que a cor é associada exclusivamente às mulheres, usá-la significava que alguém “não era um homem”. Claramente, um ataque que não tem mais a ver com hoje.

“Os homens devem ser ensinados a ser respeitosos e a assumir a responsabilidade por suas ações.”

Outros atacam algumas realidades mais tristes e prejudiciais. Talvez o mais forte de todos, seja aquele que se refere à situação de que os homens não podem chorar em público. Esse estigma masculino foi relacionado em mais de uma ocasião ao risco de ataques cardíacos e outras doenças graves.

“Os homens também podem usar rosa.”

Outra semelhante denuncia que os homens nunca devem pedir ajuda, ou que você não pode ser homem e ser feminista. Existe também o estereótipo de que os homens não podem ter medo.

“Homens também choram.”

O pôster central nos deixa com a frase que a “masculinidade tóxica acontece em toda parte.” É o que deve ser levado em consideração para começar a derrubar esses estigmas nocivos.

***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Renaissance Youth Leaders Forum

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.