Foi detido hoje em Jacareí, no interior de São Paulo, um homem de 41 anos suspeito de integrar uma quadrilha que aplicou golpes em famosos.

Segundo informações do G1, o homem foi denunciado, junto com outras três pessoas, por aplicar um golpe no qual apresentava falsas propostas de investimentos financeiros para artistas e atletas. A atriz Juliana Paes foi uma das vítimas e perdeu R$ 480 mil. O ator Murilo Rosa e o ex-jogador Luiz Fabiano também foram prejudicados pela quadrilha.

A quadrilha convencia as vítimas de que elas receberiam lucros entre 4% a 8% por mês com as aplicações. O suposto investimento consistia na compra e revenda de veículos seminovos.

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou ao UOL que durante um cumprimento de um mandado de busca e apreensão, a polícia apreendeu uma arma em um guarda-roupa do suspeito, que foi detido em flagrante.

Em maio deste ano, a Justiça de São Paulo indeferiu um pedido do Ministério Público de prisão preventiva dos quatro, por considerar que “os réus não foram presos em flagrante delito, não houve uso de grave ameaçou violência e todos eles são primários e sem antecedentes criminais.”

Porém, ainda no processo, o juiz Pedro Luiz Fernandes Nery Rafael afirma que “segundo conta dos elementos já constantes da investigação, há fortes elementos indicativos da ocorrência do crime de estelionato.”

A ação tramita no Foro Central Criminal Barra Funda, em São Paulo, desde abril de 2019.

***
Redação Conti Outra, com informações de UOL, G1 e Notícias da TV.
Fotos destacadas: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.