O chef de cozinha Thiago Salvático, de 34 anos, que afirma ter se relacionado com Gugu Liberato (1959-2019), está mais uma vez sob os holofotes da mídia depois que a Justiça negou o seu pedido de reconhecimento de união estável com o apresentador de TV.

Em uma recente conversa com o Splash, Thiago alegou ter provas do namoro com Gugu e explicou as razões que o levaram a entrar com a ação. Segundo ele, o processo se tornou uma questão de honra.

“Gugu e eu tivemos um relacionamento de oito anos. É um grande volume de provas. No processo foram juntados anos de histórico das conversas diárias por WhatsApp mostrando parte do que compartilhamos sobre as questões pessoais”;

O chef de cozinha diz que não pode divulgar os comprovantes devido ao segredo de justiça. “Eu nunca quis que as questões do processo vazassem. Toda vez que eu falo na mídia é só para me defender”.

Thiago também explicou os motivos pelo quais o apresentador nunca falou publicamente sobre a sua orientalção sexual. “O se assumir homossexual para o grande público traria muitos impactos na vida de uma pessoa como o Gugu, que apresentava programas para a família tradicional, tinha linha voltada ao público infantil, e chegou a ser da Record, emissora religiosa”.

Ele ainda comentou a decisão da Justiça. “O juiz encerrou o processo sem mesmo a tramitação. Eu protocolei o pedido e ele já extinguiu de cara. Sem nem ouvir a família, os depoimentos, as testemunhas, nada. A família sequer foi citada no processo”.

O chef diz que irá recorrer. “O reconhecimento da união estável é uma questão de respeito e de honra. Eu jamais desejei essa repercussão toda sobre o meu relacionamento com o Gugu”.

Procurada pelo Splash para comentar o assunto, a assessoria de imprensa da família de Gugu destacou que o assunto não compete aos filhos, pontanto, não comentaria a decisão da Justiça.

O advogado de Nelson Wilians, representante de Rose Miriam, a viúva do apresentador, também foi procurado, mas não retornou.

***
Redação Conti Outra, com informações do UOL.
Fotos: Reprodução.







LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES



As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.