Homem manco gasta R$ 2 mil no veternirário, mas descobre que seu cão apenas o imitava

O veterinário deu o diagnóstico ao dono do cão: Nenhuma lesão na pata, como se imaginava. Tratava-se apenas de uma demonstração de empatia por parte do seu melhor amigo de quatro patas.

CONTI outra

O inglês Russell Jones viralizou nas redes sociais com uma história curiosa e bastante divertida. Ele conta que levou seu cão ao veterinário quando notou que o peludo estava mancando. Sua desconfiança era que o animal tivesse alguma lesão na pata. Entretanto, depois de ter gastado £ 300, cerca de R$ 2.169, com a consulta, descobriu que seu cachorro não sofria de nenhum problema médico, mas sim que o imitava.

Russel publicou em suas redes sociais um vídeo no qual é visto caminhando na rua de muletas ao lado de su cachorro Bill, que está mancando.

Ele conta que, na consulta veterinária, foi feito um raio-x, que comprovou que o cão estava bem. O diagnóstico por fim foi “um gesto de empatia” por parte do seu melhor amigo de quatro patas.

“Custou-me £ 300 em taxas de veterinário e raios-x, nada de errado, apenas empatia. Ame-o”, escreveu o homem em seu Facebook.

A publicação de Jones recebeu muitos comentários. “Oh meu Deus, abençoe seu coração. Espero que você não esteja engessado por muito tempo”, escreveu uma pessoa. “Ele está copiando você. Isso é brilhante! Embora você tenha minha simpatia pela conta dos veterinários”, comentou outra.

O The Sun relembrou um estudo das Universidades de Viena e Oxford, de 2011, que dizem que os cachorros são propensos a imitarem um líder. O estudo fortalece a hipótese de que o canino estava demonstrando um ato de solidariedade ao seu dono acidentado.

***
Redação Conti Outra, com informações de Isto É.
Foto destacada: Reprodução/Redes sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.