As praias de várias regiões do México foram afetadas pela invasão da alga marinha conhecida como sargaço. Omar Vázquez Sánchez viu isso como uma oportunidade para ajudar sua comunidade, Puerto Morelos, no estado de Quintana Roo e decidiu transformar as algas em tijolos para construir casas resistentes com características térmicas.

Omar é presidente da empresa Blue Green México, um viveiro que trabalha há mais de seis anos com o sargaço como fertilizante.

O objetivo de Omar é aproveitar o excedente de um material que está afetando as praias do estado de Quintana Roo para construir casas de baixo custo para quem precisa.

O empresário mexicano comenta que o custo da construção pode ser até 50% menor que o de uma casa de adobe e que já iniciou um projeto de 10 casas que serão doadas aos necessitados.

Os tijolos são fabricados com a mesma técnica com que são fabricados os tijolos de adobe e no mesmo processo é possível eliminar o mau cheiro que o sargaço produz.

Esta invenção sustentável pode ajudar a fornecer um lar para pessoas pobres, ao mesmo tempo que remove a poluição das praias.

***
Redação Conti Outra, com informações de Nation.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.