Na manhã da última quinta-feira (12), um homem de 35 anos chamado Fábio Luna dos Santos foi preso em flagrante por maus-tratos, abuso e apropriação dos benefícios de 33 mulheres que eram internas de uma clínica em Crato (CE). O homem era o diretor da clínica.

A denúncia para a polícia foi feita a partir de um bilhete escrito por uma das vítimas e entregue a uma pessoa da família.

A Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), investigando o relato, chegou ao local e encontrou idosas e internas com problemas psiquiátricos vivendo em condições desumanas.

“O local era fétido, tinha mau-cheiro, não tinha ventilação, havia restos de comida dentro de baldes espalhados, cinco cachorros de médio porte, porcos”, relatou Camila Brito titular da DDM à TV Verdes Mares, filiada da Rede Globo no estado.

Conforme a o Estatuto do Idoso (Lei 10.741), a violência contra idosos é crime o Brasil. Discriminar pessoa idosa pode levar o agressor à prisão por até cinco anos e ainda pagar multa. A pena pode ser aumentada se houver agressão física, se o agressor for responsável pelo idoso.

***
Redação Conti Outra, com informações de Catraca Livre.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.