Homem compra todo o algodão doce de velhinho que trabalhava no meio da chuva

Em uma tentativa desesperada de adquirir o seu sustento em meio à pandemia, um idoso tentava vender algodão doce nas ruas, em meio a uma forte chuva. Felizmente, um homem de bom coração não permitiu que ele voltasse para casa de mãos vazias.

REDAÇÃO CONTI outra

A pandemia de coronavírus obrigou boa parte do mundo a fechar seus comércios, numa tentativa de fazer as pessoas respeitarem o isolamento social, necessário para impedir a propagação do vírus. Infelizmente, nem todos podem ficar em casa. Muitas pessoas perderam seus empregos e, na ânsia de aquirirem o sustento para suas famílias em meio à crise, são obrigados a ir às ruas para tentarem fazer algum dinheiro.

Esse provavelmente é o caso de um idoso que foi visto nas ruas de Villahermosa, no México, vendendo algodão doce em meio a uma chuva torrencial. Com a chuva ficando cada vez mais forte, ele procurou abrigo em uma banca, porém sem perder a esperança de que alguém viesse ao seu encontro para comprar o seu produto.

Acontece que aquele não era um dia bom para o comércio, afinal, além da quarentena de coronavírus, a chuva impedia que as pessoas estivessem na rua normalmente, como provavelmente o fariam em um dia de sol.

Felizmente, um desconhecido de bom coração notou o esforço do idoso para tentar adquirir o seu sustento, ficou comovido com a cena e deixou seu coração falar mais alto. Ele parou a caminhonete que dirigia rumo a sua casa, desceu em meio à chuva sem proteção e simplesmente comprou todo o algodão doce vendido pelo velhinho. Tudo para que pelo menos naquele dia ele pudesse voltar logo para casa para cuidar da gripe e do resfriado.

A cena foi observada pela lente da câmera de alguém e postada nas redes sociais, onde foi compartilhada tantas vezes que esse herói sem capa não passou despercebido. Quando perguntado sobre o motivo da sua boa ação, ele disse que era para ensinar à filha que sempre devemos ajudar alguém que precisa.O homem também contou no Twitter que ele ainda ajudou a distribuir comida para os diaristas que estão passando por dificuldades durante a pandemia.

Este homem com certeza deixou um exemplo de gentileza e caridade não somente para a sua filha, mas também para todos nós. Que esta história nos ensine a não hesitar em ajudar alguém. O mundo carece de bondade e gentileza!

***

Redação CONTI outra. Com informações de upsocl
Imagens: Twitter / El tio Tony

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.