Hidrogel de gengibre desenvolvido por brasileiros evita amputação em diabéticos

A previsão é de que o produto chegue ao mercado brasileiro ainda neste ano. Compartilhem essa notícia maravilhosa!

REDAÇÃO CONTI outra

É preciso celebrar e enaltecer mais uma importante conquista da produção científica brasileira. O INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e o pesquisador Carlos Cleomir de Souza Pinheiro criaram um hidrogel à base de gengibre amargo, capaz de evitar amputações das extremidades em pacientes que sofrem de diabetes. E a melhor notícia é que, segundo o pesquisador, a previsão é de que o produto chegue ao mercado brasileiro ainda neste ano.

De acordo com Carlos, que é doutor em Biologia e Recursos Naturais, o hidrogel à base de gengibre foi testado em 27 pacientes diabéticos que sofriam com úlceras nos pés indicadas para amputação, alcançando a cura em 95% dos casos. O produto vem sendo desenvolvido há cerca de 20 anos.

Matéria-prima do hidrogel desenvolvido pelo pesquisador brasileiro, o gengibre amargo e suas propriedades químicas tem considerável poder cicatrizantes, além de serem anti-inflamatórias, analgésicas e vasodilatadoras. Carlos relata que todos os pacientes com quem conversou e que utilizaram o hidrogel, afirmaram que a cura se deu em menos de dois meses de uso.

O pesquisador conta ainda que, para produzir o medicamento em massa, foi necessário criar a Biozer da Amazônia, uma empresa incubada no Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia. A Biozer não só produzirá o gengibre amargo como será responsável pela distribuição do hidrogel em mercados e farmácias.

O trabalho vem sendo conduzido com apoio da Unicamp, da Faculdade de Medicina do ABC, da Universidade Federal do Amazonas, Universidade do Estado do Amazonas e da Fundação de Controle da Oncologia do Estado do Amazonas, em uma verdadeira união de força pelo progresso da medicina.

O hidrogel à base de gengibre amargo já teve sua patente requerida e atualmente aguarda apenas a liberação da Anvisa.

Um alento para muitas pessoas que sofrem com a diabetes, a nova descoberta também mostra a força da produção científica brasileira e reforça que a o argumento de que maiores investimentos na áre representam significativos benefícios para todos.

***

Redação CONTI outra. Com informações de Razões para Acreditar

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.