No mais recente episódio do podcast “Quem Pod, Pod”, a atriz e apresentadora Giovanna Ewbank revelou que já foi assediada por um famoso ator da Globo. Em conversa com Fernanda Paes Leme, co-apresentadora do programa, e a convidada Deborah Secco, ela relatou que o episódio ocorreu nos bastidores das gravações da novela “A Favorita” (2008).

“Eu lembro que estava andando no corredor, para ir gravar, e um ator consagradíssimo, mais velho, com uma super carreira”, relembrou Giovanna, sem citar o nome do ator. “Estava com um short curtíssimo, [ele] foi lá, me deu um tapão na bunda no corredor, na frente de todo mundo, e falou: ‘Tá boa, hein?’. Isso em ‘A Favorita’. Imediatamente, fui para o camarim e comecei a chorar”.

Giovanna conta que foi acolhida pelas colegas de elenco, que a aconselharam a não denunciar o caso. “Todas as atrizes vieram me abraçar, e eu falava: ‘Nossa, olha o que aconteceu, o que eu faço?’. E todas, na época, falaram: ‘Cara, não faz nada! Ele é muito foda, é seu segundo trabalho aqui na Globo, você vai se dar mal, vai dar ruim, fica quieta'”, relatou.

“Se fosse hoje, e se eu tivesse vocês duas [Deborah e Paes Leme] para me darem um: ‘Alô! Não, não! Vamos lá, vamos fazer alguma coisa’. A minha vida poderia… porque não foi esse só um caso, foram diversos. A gente passa por diversos casos a vida toda”, lamentou a atriz.

No mesmo episódio, Deborah Secco falou sobre como os episódios de assédio que sofreu ao longo da sua vida moldaram parte da sua personalidade: “Eu acho que a mulher que sou hoje, sexualmente falando, é uma mulher construída pela reatividade. Eu era uma mulher que sempre ouvia uma piadinha, sempre era constrangida, então eu comecei a ser uma mulher sexualmente potente para constranger.”

***
Redação Conti Outra, com informações do Yahoo!
Fotos: Reprodução/Youtube.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.