Gêmeas milionárias denunciadas por furar fila da vacina recebem a 2ª dose em Manaus

Muitos profissionais de saúde que atuam na linha de frente desde o início da pandemia e que ainda não haviam sido vacinados, se revoltaram com a notícia da imunização de médicos recém-formados, de famílias tradicionais e nomeados às vésperas do início da vacinação.

CONTI outra

As gêmeas Isabelle e Gabrielle Lins se tornaram centro de uma enorme polêmica há algumas semanas ao serem acusadas de furar a fila da vacinação contra a Covid-19 em Manaus (AM). O caso, inclusive,é alvo de investigação pelo Ministério Público.

Pois, mesmo depois de tanta polêmica, as jovens milionárias receberam a segunda dose da vacina. Recém-formadas em medicina e vacinadas no primeiro dia de disponibilização da CoronaVac, as gêmeas são da família de Nilton da Costa Lins Júnior, presidente da mantenedora da Universidade Nilton Lins, uma das maiores de Manaus.

A família das gêmeas também tem influência no meio político. Gabrielle foi nomeada gerente de projetos da Secretaria Municipal de Saúde em 18 de janeiro, um dia antes do início da vacinação. Já Isabelle foi nomeada em 19 de janeiro, mesmo dia em que foi imunizada.

Além das gêmeas, David Dallas, que é recém-formado em medicina e filho do ex-deputado estadual Wanderley Dallas, também foi vacinado em 19 de janeiro, mesmo dia em que havia sido nomeado na Secretaria Municipal de Saúde. Assim como as gêmeas, David também tomou a segunda dose.

Muitos profissionais de saúde que atuam na linha de frente desde o início da pandemia e que ainda não haviam sido vacinados naquele momento, se revoltaram com a notícia da imunização de médicos recém-formados, de famílias tradicionais e nomeados às vésperas do início da vacinação.

Além do curto tempo de serviço, os jovens foram vacinados antes de médicos e enfermeiros de hospitais estaduais que estão em situação mais caótica, como Delphina Aziz e o 28 de Agosto.

O início da polêmica se deu quando os três médicos postaram no Instagram que estavam sendo imunizados contra o novo coronavírus. Imediatamente, essas imagens começaram a circular nos grupos de WhatsApp de profissionais de saúde junto com a imagem do ‘Diário Oficial de Manaus’ com as recentes nomeações deles.

Após a confusão das vacinas, a imunização da população chegou a ser suspensa por dois dias em Manaus.

***
Redação Conti Outra, com informações de Pragmatismo Político.
Imagens: Reprodução/Redes sociais.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.