Um gato chamado Golias, que tinha sumido de casa há dois dias, foi encontrado a três ruas de distância do lar de seu dono, no motor do carro de uma professora, em Praia Grande, no litoral de São Paulo.

É claro que a história inusitada foi compartilhada nas redes sociais, e com isso Golias conseguiu reencontrar o seu dono, Gabriel Willians Procopio, de 20 anos.

Segundo Gabriel, foi uma surpresa e um alívio ver que Golias estava bem. “É uma mistura de emoções. Quando olhei para ele, fiquei aliviado e com medo de ele ter se machucado, mas deu uma sensação de alívio”, explica Gabriel.

O rapaz contou que o gato costuma ficar solto e retornar para casa, às vezes em um intervalo maior de tempo. Ele desapareceu na noite da última terça-feira (17), no bairro Quietude, e o jovem já começou a procurá-lo. No dia seguinte, ele continuou as buscas, chamando o gato persa pelas ruas, sem sucesso.

Procopio já havia avisado amigos e familiares, e na quinta-feira (19), foi acordado com ligações e mensagens que mostravam um gato escondido no motor de um veículo. “Eu achei inusitado, reconheci o Golias na foto, mas pensei ‘não deve ser’, porque estava longe”, relembra. Mesmo assim, entrou em contato com o número disponível, da professora Denise Dias Gomes, de 38 anos.

Segundo o relato da professora, na data, havia ido trabalhar e retornou por volta das 12h, deixando o carro na frente de casa. Por volta das 19h, o esposo dela guardou o veículo na garagem do condomínio. Eles só suspeitaram que havia algo estranho quando o sobrinho do marido dela chegou relatando que a cachorra do casal estava comendo os fios do carro.

“Ele falou ‘tio, acho que tem um rato no seu carro, porque a Mel [cachorra] comeu todos os fios’. Meu marido desceu e viu que era, na verdade, um gato”, relembra Denise. Desesperados, eles começaram a tentar tirar o animal, que estava muito assustado. O casal precisou prender a cachorra, abrir todo o carro e esperar que ele saísse.

“Foi um susto. Ele é grande, eu nunca tinha nem ouvido falar nesse tipo de história”, comenta a professora. Ela acredita que Golias entrou no carro ainda na rua, já que uma vizinha confirmou que tinha um animal embaixo do carro dela durante o dia. Denise explica que ele provavelmente ficou no motor algumas horas, já que foi localizado pelo casal às 22h.

Por ser um gato persa bem cuidado, acreditavam que ele teria um dono, e divulgaram fotos nas redes sociais. Muitas pessoas ficaram interessadas, querendo comprar o animal. Porém, Denise salienta que aguardava alguém que mostrasse ser, de fato, dono do gato.

O rapaz entrou em contato e enviou fotos que tinha. Mesmo sem ter certeza que era o animal dele, porque viu a foto de quando estava sujo de óleo, ele foi à casa da professora e reconheceu Golias na hora.

“Quando ele chegou, o gato estava embaixo do guarda-roupa. Quando ele ouviu a voz do Gabriel, foi muito lindo, ele ficou desesperado, reconheceu na hora. Não tinha como não falar que era dele. Ficamos muito felizes, e foi muito bonito”, comenta a professora.

Gabriel conta que ficou muito agradecido por ter encontrado Golias, e feliz por ele não estar ferido. Ele explica que, provavelmente, o animal se escondeu no veículo que o pai utiliza para entregar móveis, e saiu sem que ele visse, o que explicaria a grande distância percorrida pelo gato. “Feliz que ele não se machucou, e aliviado”, finaliza o jovem.

***
Redação Conti Outra, com informações de G1.
Fotos: Arquivo Pessoal.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.