Gata adota quatro esquilos órfãos, e as fotos são puro amor (e tem vídeo!!!)

A princípio, os pequenos roedores ficaram assustados com a “mamãe adotiva”, mas eles logo deixaram as reservas de lado e se deixaram acolher por Pusha. Nasceu assim uma família não convencional, mas não por isso menos adorável.

REDAÇÃO CONTI outra

Sabemos que esquilos estão abaixo dos gatos na cadeia alimentar. E isso já informação o suficiente para garantir que a relação entre esses dois animais de espécies diferentes é, no mínimo, conturbada – lançando mão de um eufemismo – , mas uma gata resolveu desafiar o lugar o comum, em um ato instintivo, adotou quatro esquilos órfãos.

O nome da felina é Pusha. Ela vive em um parque em Bakhchisaray, na Crimeia. Foi foi lá que ela conheceu os quatro bebês esquilos, que tinham sido entregues ao parque em uma caixa de papelão, porque eles tinham acabado de perder a sua mãe. Em vez de atacar os filhotes, como se esperaria de um animal da sua espécie, Pusha deixou seus instintos maternos falarem mais alto e passou a cuidar deles.

Pois é, famílias existem nos mais variados modelos. Onde existe o amor, existe uma família.

A relação entre mamãe gato e bebês esquilos é de tanta cumplicidade que Pusha até permite que os esquilos bebam seu leite como se fossem seus próprios quatro gatinhos. Não é fofo? As fotos e o vídeo mostram Pusha lambendo carinhosamente seus filhos adotivos de esquilos e dando-lhes uma leve cutucada quando estão se comportando mal. Sim, porque educar também é amor.

Certamente a história do lar não convencional de Pusha e seus filhotes é a lição de amor de que o mundo precisa em tempos em que a empatia têm se tornado artigo de luxo.

Vejam o Vídeo!!!

***

Redação CONTI outra. Com informações de Nation

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.