Você acha que seu filho é travesso? Se a sua resposta for afirmativa, saiba que você não está só. Os pais do pequeno Jaxon-Carter, de 3 anos, sabem muito bem como é ter um “mini-furacão” em casa. Shyama Underwood, 35, mãe do garotinho, conta que não pode se distrair por um segundo, que o filho já apronta das suas. A última estripulia de Jaxon foi espalhar terra por todos os cantos da sala da casa. Um decorador nato! Só que não…

Aida de acordo com o relato da mãe, desde o dia em que aprendeu a andar, Jaxon já quebrou doze televisões e inundou o banheiro de casa duas vezes. As travessuras já custaram à família um prejuízo de £ 6.000, algo em torno de R$ 48 mil.

“Desde o momento em que ele começou a andar, não posso dar as costas nem mesmo por um segundo, sem que ele se meta em travessuras. Na semana passada, ele quase colocou fogo na casa ao enfiar seu brinquedo no forno, enquanto eu preparava o jantar – eu voltei e o forno estava em chamas”, relembra a mãe em entrevista ao Mirror.

O pequenino, que ganhou da família o carinhoso apelido de Detona Ralph, já “redecorou” todo o banheiro com tinta cinza e alguns dias depois, tinta branca. Segundo Shyama, de todos os incidentes, o mais frustante foi quando o bebê derrubou a terra do vaso em toda a sala. “Ele ficava olhando para mim com aqueles olhinhos por trás de seu rosto que estava preto, imundo. Eu tive que rir para não chorar”, afirma.

Shyama tem outros três filhos, Keaton, 16, Regan, 14, e Oakley, 7, mas nenhum deles tem o mesmo potencial para as travessuras quanto o caçula. “Meus dois filhos mais velhos tinham apenas dois anos de diferença, então, pensei que estava preparada para qualquer coisa, mas Jaxon deixa todos no chinelo”, diz ela.

***
Redação Conti Outra, com informações de Revista Crescer.
Fotos: Reprodução/Mirror.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.