Quando um cachorrinho se perde, é um momento traumático tanto para ele próprio como para seus donos. E ainda mais, se for a meio das tradicionais festas de fim de ano.

Foi o que aconteceu na comuna de Renca, em Santiago do Chile , quando “Pluto” fugiu de sua casa devido ao desespero causado pelo barulho dos fogos de artifício lançados pelas pessoas na rua, dando as boas-vindas ao ano de 2021.

Os cães, tendo um sentido de audição aguçado, podem ficar fora de controle e estressados pelos sons altos e explosivos de bombas e fogos de artifício. Isso faz com que eles fiquem com medo e acabem correndo do lugar onde estão.

Para “Plutão”, a cadela de Verónica Martínez e de sua filha Amanda Vegas, aqueles fogos de artifício causaram tanto medo que ela acabou escapando pela porta de sua casa na noite de 31 de dezembro, entre as ruas Aníbal Pinto e 7 de novembro, da comuna de Renca. Infelizmente, o animal não voltou desde então.

Verónica Martínez/Twitter @cosiwawi

Depois de sua perda, e no esforço de descobrir seu paradeiro, a pequena Amanda fez um pôster fofo que se tornou viral no Twitter. Nele, aparece “ Pluto” desenhado à mão, junto com a mensagem “Procura-se um cachorro ” e a continuação “Se chama Pluto, tem um olho cor de café e um olho azul celeste, tem coleira vermelha (…). Não posso oferecer recompensa!”.

Verónica Martínez/Twitter @cosiwawi

Esse foi o ponto de partida para uma campanha que se espalhou nas redes sociais. A foto do primeiro pôster feita por Amanda foi publicada pelo usuário @cosiwawi e alcançou 4.900 curtidas e 5.000 retuítes.

Em entrevista ao UPSOCL, sua dona, Verónica Martínez, diz que Pluto é “super brincalhona, tranquilo=a com as pessoas”. Além disso, explicou: “Ela saía para a rua e sempre voltava. Mas agora nada”. Depois do pôster que sua filha fez, ela criou mais alguns para ajudá-la na busca pelo cachorrinho. Neste novo pôster, Verónica dá as características do cachorro e diz que vai dar uma recompensa de 20 mil pesos chilenos, cerca de US $ 29.

Verónica Martínez/Twitter @cosiwawi

“Com minha filha, estamos tristes porque nos sentimos parcialmente culpadas por deixá-la ir, confiamos que ela voltaria, mas não foi assim. ‘Pluto’ como qualquer animal de estimação nos deixa loucas, mas sem eles a vida é triste. Esperamos que ela apareça sãa e salva”, encerrou Verónica. Esperançosamente, Pluto estará de volta em breve!

 

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.