Frases típicas de vó! Você provavelmente já ouviu alguma delas…

“Para de brincar com o fogo, menino. Quer fazer xixi na cama?”

Ana Carolina Conti Cenciani

As avós são seres maravilhosos, vitais para o crescimento dos netos, são uma fonte inesgotável de amor, entendimento, carinho, sabedoria e conselhos. Mas, junto de tudo isso ganhamos um pacote de comentários cômicos e supersticiosos e que todo mundo provavelmente já escutou.

A ‘casa da vó’ é uma das melhores lembranças da infância e é por isso que hoje apresentamos 20 frases típicas dessas avós incríveis, que com suas palavras transmitiram suas experiências e lições aos pequenos.

Frases típicas de vó! Você provavelmente já ouviu alguma delas…

    • O clássico “Vai comer sim!” quando você se nega a comer alguma coisa do prato.
    • Ainda na refeição: “Quem come quieto almoça e janta!”
    • “Desvira esse chinelo, menino. Quer que sua mãe morra?”
    • “Ou caga ou sai da moita”
    • “Remédio pra doido é outro doido na porta!”
    • “Ô meu filho, não faz careta com esse vento. Já pensou se não volta? Você vai ficar com a cara feia para sempre.”
    • “Se você quiser casar, nunca deixe ninguém varrer seu pé, viu minha filha?”
    • Continuando as superstições… “Nossa fia, sua orelha está vermelha. Deve ter alguém falando mal de você, cuidado.”
    • “O café tá pronto!”
    • “Menina, fecha esse guarda-chuva dentro de casa. Isso dá azar!”
    • “Para de falar isso! Bate na madeira três vezes pra afastar essa desgraça.”
  • (Caindo uma tempestade) “Corre, meu filho! Vai cobrir os espelhos se não vai atrair raio.”
  • “Só quando eu morrer você vai sentir falta da vó”. As frases em terceira pessoa são clássicas!
  • “Pega aqui pra vó não ter que abaixar!”
  • (Você saindo do banho descalço) “Menino! Quer ficar com a boca torta? Vai logo colocar uma chinela.”
  • “Ai minha nossa Senhora! Você engoliu o chiclete? Vai ficar grudado no seu estômago, minha filha.”
  • “Meu filho, nunca tome manga com leite, viu? Isso pode te matar”
  • “Para de brincar com o fogo, menino. Quer fazer xixi na cama?”
  • “Esse menino tá demorando muito pra começar a falar. Vamos colocar um pintinho pra piar aqui perto da boca dele, quem sabe dá um jeito.”
  • E a mais clássica: “Nossa senhora, minha filha. Tá carregada ein? Vem aqui que a vó vai te benzer.”

E aí, você se identificou com alguma?

 

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Ana Carolina Conti Cenciani
Ana, 19 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui notícias que são boas de se ler.