Final feliz: Coração derrubado no chão por médico é transplantado com sucesso

O coração permaneceu intacto nos destroços de uma queda de helicóptero e continuou pulsando mesmo depois de ser derrubado no chão pelo médico que o carregava até o transplante. Agora pulsa forte no peito de seu novo dono.

CONTI outra

Uma história que tinha todos os elemntos para terminar em tragédia, teve seu final feliz. Um coração que seria transplantado permaneceu intacto nos destroços de uma queda de helicóptero e continuou pulsando mesmo depois de ser derrubado no chão pelo médico que o carregava até o transplante.

Tudo começou em 6 de novembro, quando uma equipe médica que transportava o coração para ser transplantado sofreu um acidente de helicóptero quando o piloto teve dificuldades para aterrissar. A aeronave balançou algumas vezes até virar totalmente de lado e cair no heliporto onde deveria ter pousado.

Felizmente, o acidente não fez nenhum ferido grave. Além disso, o coração também foi salvo! Logo após a queda do helicóptero, os bombeiros iniciaram os trabalhos no local do acidente e conseguiram resgatar o órgão dos destroços.

Mas esta história ganharia contornos ainda mais surpreendentes. Um médico pegou o coração para levá-lo em segurança até o transplante, mas poucos segundos depois, tropeçou, caiu, e derrubou o coração no chão!

Mas, algo parecia conspirar à favor deste transplante, pois mais uma vez o coração ficou intacto e finalmente pôde ser levado para o paciente que o aguardava.

Depois de tantas intempéries no transporte do órgão, a equipe médica do Keck Medical Center realizou todos os exames necessários e confirmou que o coração estava em perfeitas condições para o transplante, que foi realizado poucas horas após o acidente. Agora, ele pulsa firme e forte do peito de seu novo dono. O hospital informou que a operação correu bem e que o receptor do coração está se recuperando bem.

“Apesar de estarmos tristes porque duas pessoas em nossa equipe de transporte sofreram ferimentos leves, nos sentimos muito afortunados que eles não foram fatais e pudemos fornecer ao nosso paciente um novo coração”, disse Mark Cunningham, o cirurgião cardíaco que realizou a operação.

Órgãos federais responsáveis continuam investigando as causas do acidente de helicóptero que quase inviabilizou o transplante do coração.

***
Redação Conti Outra, com informações de Mega Curioso.
Foto destacada: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.