Boas notícias chegam de um zoológico de Miami, nos Estados Unidos. Recentemente foi anunciada a chegada de um filhote de rinoceronte negro, espécie em vias de extinção, que nasceu após 15 meses de gestação.

O esperado nascimento ocorreu no Zoológico de Miami, na Flórida, Estados Unidos. Lá, a mãe Circe deu à luz seu quarto filhote, um rinoceronte negro macho, em 24 de fevereiro, após 15 meses em seu útero.

Ron Magill

A notícia foi divulgada um mês depois porque a mãe e o filhote foram “refugiados do estresse externo” para que estivessem prontos para estrear em público, informou o zoológico em sua página no Facebook. Durante esse tempo, Circe tem amamentado regularmente seu filho.

Ron Magill

Circe nasceu no zoológico Riverbanks, na Carolina do Sul, e veio morar em Miami por empréstimo do zoológico de Los Angeles. O pai chamado Eddie, por sua vez, também tem 21 anos e nasceu no Zoológico de Cincinnatti e chegou ao recinto em 2006. Os dois tiveram três filhos juntos.

Ron Magill

De acordo com o recinto, 13 rinocerontes negros nasceram no zoológico de Miami, o que se tornou motivo de orgulho para eles, ainda mais considerando que sua espécie está em perigo de extinção.

Se no início do século 19 o número de rinocerontes negros na África subsaariana era de 100 mil, hoje esse número é reduzido para 5 mil.

Ron Magill

“São caçados por conta de seu chifre que, segundo algumas culturas, tem qualidades medicinais. Existem outros que os usam como punhal como um símbolo de status”, explica o Zoo no Facebook.

Ainda assim, eles dizem que “não é nada mais do que um material à base de queratina, semelhante às unhas e aos cabelos e que nunca demonstrou ter quaisquer qualidades medicinais”.

Ron Magill

Por enquanto, Circe e seu filhote continuarão sendo cuidados no Zoológico de Miami e serão gradualmente apresentados ao público. Que notícia boa!

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.