Filhote de cachorro permanece dia e noite abraçado ao corpo de sua mãe após ela perder a vida atropelada

O filhote passava o tempo todo abraçado ao corpo de sua mãe e não deixava ninguém o separar dela. Com o passar do tempo, a situação tornou-se cada vez mais alarmante, pois a equipe sabia que ele certamente estava desidratado e com muita, muita fome.

CONTI outra

A vida nas ruas pode ser muito difícil, especialmente para um filhote. O pequeno Marley era um cãozinho que, desde de seu nascimento, teve que enfrentar o frio e a chuva. Essa era a vida que ele conhecia, pois nasceu de uma cachorrinha também abandonada. Entretanto, ele sabia que, enquanto estivesse perto de sua mãe, estaria seguro.

Infelizmente, um terrível acidente os separou para sempre. Mas para onde ele poderia ir se sua mãe era a única segurança que ele conhecia no mundo? Então ele não foi e permaneceu por horas e horas junto ao corpo de sua mãe, ora dentado junto a ela, ora circulando ao seu lado. Mas nunca a deixou.

As imagens de Marley foram captadas durante o resgaste na cidade de Karditsa, na Grécia.

Assim que souberam que um cãozinho estava na rodovia ao lado da mãe atropelada, vários voluntários do Diasozo Animal Rescue tentaram ajudar Marley, o que não foi uma tarefa fácil.

O filhote passava o tempo todo abraçado ao corpo de sua mãe e não deixava ninguém o separar dela. Com o passar do tempo, a situação tornou-se cada vez mais alarmante, pois a equipe sabia que ele certamente estava desidratado e com muita, muita fome.

A mãe do filhote era provavelmente um cão selvagem que evita o contato com seres humanos.

O pequeno precisava comer e sair dali, pois ainda enfrentava um enorme perigo de também ser atropelado. Marley, aparentemente, teve experiências terríveis na rua e não estava disposto a confiar em nenhum humano.

Depois de muito esforço, a equipe conseguiu agarrá-lo e levá-lo a um abrigo, mas as coisas não pareciam melhorar muito. Os primeiros dias que ele passou em um canto muito triste e ele não queria que ninguém o tocasse.

O filhote recusou-se a comer e beber água.

Ele precisava de tempo e, só muito depois ele deixou que outros cães se aproximarem dele e começou a demonstrar interesse pela afeição humana.

O pobre filhote estava muito deprimido, então, eles tiveram que lhe dar um lar temporário, onde ele poderia recuperar sua força e seu espírito. A partida dolorosa de sua mãe tinha causado um grande trauma.

Os veterinários estimam que Marley foi resgatado aos três meses de idade.

Assim, um voluntário o levou para casa e, gradualmente, o ajudou a tirar a armadura. Junto com outros filhotes do local, ele aprendeu a brincar, socializar e, em questão de tempo, tornou-se um filhote de cachorro doce e pronto para começar uma nova vida.

O filhote viveu por um mês em sua casa temporária, aprendendo a viver com outros cães e humanos.

Felizmente, Marley encontrou um lar definitivo. Agora ele passa seus dias com um “pai” amoroso que gosta de brincar e dar a ele todo o amor que ele precisa. Além disso, ele vive com outros cães na casa, o que o ajuda a nunca se sentir sozinho, além de fazer todo tipo de brincadeira pela casa.

Marley foi adotado por uma família de Atenas. Vejam o vídeo dessa história.

 

Compartilhe esta história inspiradora que nos lembra a importância de ajudar os filhotes perdidos nas ruas.

***

Traduzido e adaptado por CONTI outra. Com informações de  zoorprendente.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.