Mesmo com a notícia de que os oito rapazes já resgatados do interior da caverna estão “em perfeitas condições”, um possibilidade vem preocupando médicos e familiares. Trata-se do risco dos meninos resgatados terem contraído infecções.

Eles podem ter contraído histoplasmose e leptospirose. A primeira, conhecida como “doença das grutas” é provocada por um fungo que invade o corpo humano através das vias respiratória e fica alojado nos pulmões. Já a leptospirose é causada por uma bactéria presente na urina de ratos e pode causar insuficiência renal grave.

Diante das incertezas sobre terem ou não contraído tais doenças, os jovens resgatados estão em isolamento e e serão impedidos de abraçar e beijar quando puderem se encontrar com familiares e amigos.

Tal precaução se dará até que estejam afastados todos os riscos inerentes à situação- cerca de 7 dias. Mas, no fim das contas, é por uma ótima causa!

***

Via Revista Pazes

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.