Falar com a mãe no telefone se assemelha a um abraço, diz pesquisa

O som para os pequenos pode ser como receber um abraço de conforto.

CONTI outra

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Chicago mostrou que os níveis de ocitocina de crianças podem aumentar, apenas de escutar a voz das suas mães ao telefone. O som para os pequenos pode ser como receber um abraço de conforto.

Os pesquisadores analisaram um grupo de meninas de 7 a 12 anos, a pesquisa se deu da seguinte forma: As crianças foram submetidas a testes de matemática na presença de adultos. Elas teriam que resolver estes problemas enquanto eram observadas. Após o teste, elas foram divididas em 3 grupos.

O primeiro grupo falaria com a mãe ao telefone, o segundo recebeu um toque materno carinhoso e o terceiro assistiu um vídeo emocionalmente neutro.

Percebeu-se que os níveis de ocitocina, considerado o hormônio do amor, foram maiores nos dois primeiros grupos e que a diferença entre os que receberam um telefonema ou um toque carinhoso foi mínima. Isso acontece porque os ouvidos enviam estímulos ao cérebro que podem dar sensações parecidas com a de um abraço materno.

***

Imagem de capa: Reprodução de cena da campanha que a agência Dentsu criou para a marca Canon- reprodução.

Texto via Psicologias do Brasil

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.