Nego Di já vai passar a coroa do recorde de rejeição. Não durou nem uma semana. Será notícia antiga.

Sarah percebeu que não poderia dar a chance para Karol de contar com a sorte do bate e volta – que já funcionou uma vez.

Presenteou a rainha do blefe com um refinado despiste, digno do vingativo Hamlet de Shakespeare.

Não teve piedade e mudou de opinião. Nunca uma decisão de última hora foi tão festejada. Nunca a volubilidade foi tão aclamada, nunca foi tão coerente. A troca de Pocah por Karol tem o crédito da Camilla, que desmontou o discurso do bullying disfarçado de militância.

E Karol, depois de enlouquecer Lucas, Bil, Juliette, Sarah, Gil, Carla e Camilla com os seus mensageiros, depois de brigar com todos eles, depois de falar mal de todos eles, depois de apontar o dedo na cara e afirmar que ninguém aguentaria o rajado, agora vai reunir a soma das torcidas contrárias e deve permanecer pela temporada inteira, talvez por muitas próximas, como a mais votada da história das eliminações.

Tudo por uma questão de animosidade.

***
Fabríco Carpinejar

Abaixo, a publicação original:

100%

Fabrício Carpinejar

Nego Di já vai passar a coroa do recorde de rejeição. Não durou nem uma semana. Será…

Publicado por Fabrício Carpinejar em Domingo, 21 de fevereiro de 2021

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.