MacKenzie Scott, que foi casada por 25 anos com Jeff Bezos, o fundador da Amazon, doou mais de US $ 4 bilhões nos últimos quatro meses para centenas de organizações e instituições de caridade, em particular para bancos de alimentos e fundos de ajuda emergencial nos EUA.

Um mês após seu divórcio do homem mais rico do mundo, MacKenzie assinou o Giving Pledge – uma iniciativa deflagrada por Bill Gates e Warren Buffett uma década atrás – e prometeu doar seus bilhões “até que o cofre estivesse vazio”.

Em julho deste ano, ela começou a cumprir sua promessa e doou US $ 1,7 bilhão de sua fortuna de US $ 60 bilhões para 116 instituições de caridade.

Na semana passada, ela anunciou que doou ainda mais dinheiro. Desde o verão do hemisfério norte, a terceira mulher mais rica do mundo doou mais de US $ 4,15 bilhões para 384 organizações em Porto Rico e nos Estados Unidos – elevando suas doações de 2020 até agora para US $ 6 bilhões.

De acordo com o New York Times, essas doações “podem estar entre as mais distribuídas diretamente a instituições de caridade em um único ano por um doador vivo”.

Em uma postagem de blog que começa com um poema de Emily Dickinson, MacKenzie – uma romancista elogiada, bem como uma filantropa – escreve: “Esta pandemia tem sido uma bola de demolição na vida dos americanos. As perdas econômicas e os resultados de saúde foram piores para as mulheres, para as pessoas negras e para as pessoas que vivem na pobreza. Enquanto isso, aumentou substancialmente a riqueza dos bilionários.”

MacKenzie continua dizendo que tem trabalhado com uma equipe de consultores para ajudá-la a acelerar suas doações a organizações que precisam de apoio imediato diane da crise do COVID.

As doações usam uma “abordagem baseada em dados” para identificar organizações com fortes equipes de liderança e prestando “atenção especial àqueles que operam em comunidades que enfrentam alta projeção de insegurança alimentar, altas medidas de desigualdade racial, altas taxas de pobreza local e baixo acesso ao capital filantrópico”.

De acordo com Scott, essas organizações ajudam prestando serviços vitais, “e também por meio do profundo incentivo sentido cada vez que uma pessoa é vista, valorizada e confiada por outro ser humano”.

MacKenzie não é a único bilionária que está fazendo doações em 2020. Embora Jeff Bezos não tenha assinado o Giving Pledge, ele distribuiu US $ 791 milhões em doações para grandes organizações ambientais através do Bezos Earth Fund.

***
Redação Conti Outra, com informações de Good News Netwok.
Foto: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.