Eu vou ser grande por nós dois e dizer: seja feliz

Você foi como um mergulho na piscina. Deixei um pouco de mim na água e ao mesmo tempo, saí com gotículas presas a mim. Agora acabou, mas quem disse que não valeu a pena? Sei que é difícil aceitar o fim, por isso vou ser grande o suficiente por nós dois e dizer: seja feliz.

Não precisamos mais nos prender a ideia de que o relacionamento deu errado quando terminou. É ingratidão com todos os momentos em que deu certo. O importante é se encher ao máximo de bons momentos e levar de cada um, pequenas experiência que vão formar quem você será amanhã. Como podemos, então, dar errado com alguém se esse alguém vai ser uma nova camada nossa?

Eu não quero me despedir, mas a despedida só é triste quando remete a um fim; e não precisa ser assim. Estamos em constante movimento, vendo dezenas de rostos e um esbarrão e pronto: já estamos no dia um. Somos cíclicos. Por que não usar isso ao nosso favor?

Não tem experiência que não se valha. Se foi boa: sei que num fim de tarde de um domingo qualquer, vou acabar sorrindo de canto ao saber que tenho essas boas memórias guardadas. Se foi ruim: sei que não é algo que quero que se repita e minhas ações daqui pra frente serão pensadas para me desviar de revive-las.

Para onde o amor vai nos levar, eu não sei. Mas eu garanto que o destino é bem longe daqui. Com uma imensidão de oportunidades no meio do caminho, com desvios tortuosos algumas vezes, outras, atalhos inesperados com pessoas que nos impulsionam para frente e nos fazem chegar mais rápido. O andar, o conhecer, desconhecer, reconhecer, enfim; a jornada é a experiência mais significante, a que mais deu certo.

Por isso, seja feliz.
Viva a jornada,
Aproveite suas gotículas.

Imagem de capa: eldar nurkovic/shutterstock

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



Najara Gomes
"Paulista. Pisciana. 20 anos de excesso de sentimentos. Nada como um gole de café e uma dose de drama pra passar o dia. Meu bem, eu exagero até nas vírgulas."

COMENTÁRIOS