Escola gera polêmica ao alterar fotos do anuário de 80 alunas nos EUA ‘por pudor’

As estudantes tiveram suas fotos do anuário da escola editadas sem permissão, escondendo seus ombros e peitoral minimamente aparente.

CONTI outra

A escola fica no estado da Flórida e está sendo alvo de críticas após alterar as fotos do anuário de 80 alunas para cobrir seus peitos e ombros. As fotos dos alunos do sexo masculino estão intactas, mesmo estando alguns sem camisa ou apenas de sunga.

As fotos das alunas foram alteradas digitalmente, aumentando o tamanho das roupas para cobrir partes do corpo que estavam à mostra. Algumas edições foram tão mal-feitas que geraram piadas que viraram até memes.

Autoridades da escola disseram à mídia local que as mudanças foram feitas para garantir que as fotos cumprissem o código de vestimenta, que diz que as roupas das meninas devem ser “recatadas”.

As edições foram feitas sem permissão, segundo as alunas. E, além disso, as fotos dos alunos do sexo masculino violavam o mesmo código e mesmo assim não foram alteradas.

A coordenadora do anuário da Bartram Trail High School foi a responsável por editar as fotos após determinar que elas violavam o código de vestimenta.

Twitter @JoeMcLeanNews

O site da escola contempla um termo de que diz que as fotos do anuário podem ser editadas digitalmente para se enquadrarem no código de vestimenta. Mas diversos alunos consideram as alterações problemáticas e acusam a escola de machismo.

“Existem padrões distintos [para homens e mulheres] no anuário, em que eles olham para o nosso corpo [feminino] e consideram que um pouco de pele tem uma conotação sexual”, disse a estudante Riley O’Keefe, de 15 anos, da Bartram Trail, à televisão WJAX News.

“Mas quando eles olham para os meninos, para as fotos da equipe de natação e outras fotos de esportes, acham que está tudo bem, e isso é realmente perturbador e desconfortável.”

Após as críticas, a Bartram Trail, que possui cerca de 2,5 mil alunos, disse que reembolsará os pais chateados com as mudanças. O anuário custa US$ 100 (cerca de R$ 530).

Os códigos de vestimenta de escolas dos EUA têm sido criticados nos últimos anos. Alguns acreditam que esses códigos fazem mulheres jovens e meninas terem vergonha de seus corpos. Principalmente para as meninas que tiveram suas fotos editadas e viraram piada na internet.

Com informações de G1

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.