Emirados Árabes finalmente permitem que casais vivam juntos sem casamento oficial

Os Emirados Árabes deram mais um passo em relação à liberdade e ao direito de escolha de sua população. Uma notícia a ser comemorada!

CONTI outra

Embora os Emirados Árabes Unidos sejam conhecidos como um dos países com as mais fortes tradições do mundo, é impossível impedir o avanço da sociedade. Principalmente quando se trata de um país bastante frequentado por turistas e investidores, que veem neste o lugar perfeito para ganhar dinheiro ou fixar residência.

Aos poucos, o país árabe vai se abrindo para novas práticas que permitem que todos tenham mais direitos para escolher a forma como querem conduzir suas vidas.

Sua adesão ao código islâmico é tão forte que essas mudanças têm sido muito lentas, porém algumas já foram alcançadas. Desta vez, dois novos direitos foram obtidos. A primeira está relacionada ao consumo de álcool, algo proibido por motivos religiosos, inclusive para turistas.

Agora, embora possam fazer uso de forma moderada, com a idade correta e entendendo os riscos, o acesso é legal.

O anúncio foi feito em uma reunião entre o Ministro da Cultura Sheikh Nahyan Bin Mubarak Al Nahyan e o Primeiro Ministro do Reino Unido Boris Johnson.

A medida visa melhorar as relações comerciais com Israel, além de estimular a chegada de novos investidores. E é exatamente por isso que a segunda “lei civil” também chegou para o povo dos Emirados Árabes Unidos.

Agora um homem e uma mulher podem coexistir como casal sem a necessidade de se casarem, isso para respeitar mais as outras culturas que aceitam esse estilo de vida.

Embora a principal motivação deste país tenha sido econômica, agora seus cidadãos poderão ser mais livres. Neste momento, o maior arranha-céu de Dubai está se preparando para uma exposição de investidores globais, na qual esperam atrair a atenção de muitos.

É bem verdade que, quando se trata de turistas estrangeiros, a polícia costuma ignorar certos atos culturais com os quais puniria seus compatriotas. Entretanto, segundo o Daily Mail, ainda há a possibilidade de serem presos.

Isso torna o relacionamento com outras culturas mais difícil. Mas agora tudo está mudando e o processo de liberdade começou.

Agora as mulheres estarão livres para morar com seus namorados sem a necessidade de um casamento oficial. Se não der certo, poderão terminar o relacionamento sem passar pelo divórcio e sem perder o estado civil de solteiras.

Pequenos avanços movem o mundo!
***
Redação Conti Outra, com informações de UPSOCL.
Fotos: Reprodução.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.