A cantora, compositora e ícone da música brasileira, Elza Soares nos deixou nesta quinta-feira (20). A morte foi confirmada pela família em nota oficial:

“É com muita tristeza e pesar que informamos o falecimento da cantora e compositora Elza Soares, aos 91 anos, às 15 horas e 45 minutos em sua casa, no Rio de Janeiro, por causas naturais. Ícone da música brasileira, considerada uma das maiores artistas do mundo, a cantora eleita como a Voz do Milênio teve uma vida apoteótica, intensa, que emocionou o mundo com sua voz, sua força e sua determinação. A amada e eterna Elza descansou, mas estará para sempre na história da música e em nossos corações e dos milhares fãs por todo mundo.
Feita a vontade de Elza Soares, ela cantou até o fim”

Pedro Loureiro, o empresário da artista deu alguns detalhes sobre os últimos momentos de Soares. Em uma entrevista ao G1, ele revelou que Elza previu que estava falecendo minutos antes e pôde se despedir da família.

Segundo Loureiro, o dia começou normal, e, como em qualquer outro, Elza realizou suas atividades de rotina. “Tudo normal. A gente até percebeu um leve cansaço nela, uma respiração mais ofegante, mas achamos que foi por causa da fisio”, contou.

Por conta do cansaço físico, Elza pediu para descansar e, a partir desse momento começou a pronunciar as palavras de forma confusa. Os familiares, preocupados, perguntaram como ela estava se sentindo, mas a cantora assegurou que estava bem.

Alguns minutos depois, Elza disse: “Eu acho que eu vou morrer”.

Mesmo que sua família tenha acionado seu médico e uma ambulância, a cantora desfaleceu aos poucos e, 40 minutos depois, foi a óbito.

“Foi uma morte tranquila, sem traumas, sem motivo. Morreu de causas naturais. Esse, aliás, era um grande medo dela: ter uma morte sofrida, por doença. Hoje, ela simplesmente desligou”, concluiu Pedro.

Elza foi velada no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, no centro da cidade, com cerimônia aberta ao público. ”

Com informações de Pleno News

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.