Em hospital na Tailândia, recém-nascidos usam protetor facial contra o coronavírus

Tenham calma, pequeninos! Vocês chegaram em tempos difíceis, mas nós vamos tentar consertar as coisas pra vocês.

REDAÇÃO CONTI outra

Vivemos tempos difíceis, em que a humanidade faz o que pode para enfrentar uma grave ameaça. A pandemia de coronavírus já fez 118.623 óbitos no mundo, já arrasou economias das nações mais ricas do mundo e já deixou milhares de famílias sem ter como garantir o seu sustento. É este, infelizmente, o mundo que apresentamos aos nossos recém-nascidos.

Enfermeiras mostram recém-nascidos aos familiares na Tailândia (Foto: Reprodução Twitter @Athit_P)

A situação excepcional têm exigido que os pequenos enfrentem, desde os seus primeiros dias neste mundo, as consequências do período turbulento em que estamos vivendo. E o mais fiel retrato disso são as fotos que vêm rodando o mundo nos últimos dias, retratando bebês recém-nascidos da Tailândia usando protetores faciais contra o coronavírus.

Os registros vem do hospital Praram 9, em Bangkok, capital da Tailândia. Por lá, os recém-nascidos são introduzidos aos protetores faciais, criados na própria instituição, logo após o nascimento. A iniciativa visa proteger os pequeninos do contágio do novo coronavírus.

Nas fotos que foram compartilhadas nas redes sociais, enfermeiras de máscaras seguram os bebês com o equipamento protetor para mostrá-los aos parentes através do vidro. O hospital Samut Prakarn, também em Bangkok, tem adotado a mesma medida.

Bebê com protetor facial (Foto: Reprodução Twitter @Athit_P)

Não deixa de ser triste constatar que estas crianças vieram ao mundo em um momento tão delicado. Mas fiquem calmos pequeninos! As coisas vão melhorar. Nós prometemos!

***

Redação CONTI outra. Com informações de Revista Crescer

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.