Apesar de muitas vezes sermos submetidos a comentários negativos ou a pessoas que se incomodam com o nosso jeito de ser ou aparência, a verdade é que nossa prioridade deve ser o amor próprio e nosso bem estar.

Esta é a filosofia que Cydni Akbar, uma jovem influenciadora e artista que depois de anos sofrendo com sua “unibrow”, ou “monocelha” como conhecemos. Hoje, a deixa crescer, comemora e a mostra sem vergonha.

Mas é claro que tudo fez parte de um processo em que Cydni sofreu muito, principalmente nos anos de escola, onde até foi chamada de “gorila” por causa dos pelos no rosto.

Cydni, tem hoje 21 anos e lembra-se de seus colegas de classe perguntando “’Por que você está assim?’ Você não se parece com o resto de nós ” e sugeriram que ela se barbeasse.

“Lembro-me de ficar sentada em silêncio e apenas olhando para eles porque não fazia sentido para mim responder porque eles não entenderiam”, diz Cydni sobre seus momentos mais difíceis.

Kennedy News and Media

Desse modo, e após receber comentários severos, a jovem foi escrava da depilação e por mais de uma década removeu todos os fios de cabelo que “sobravam” em suas sobrancelhas.

Kennedy News and Media

“Eu me escondi atrás de alguém que não era realmente eu, só por causa de um pouco de cabelo, estava me depilando para o prazer de outras pessoas, não para o meu”, diz Cydni sobre o momento em que percebeu que era hora de se aceitar.

“Tenho feito uma jornada de amor-próprio e me sinto confortável comigo mesma”, disse Cydni. Na verdade, ela diz que pode se ver como alguém “incrível” e em “sua melhor versão”.

Foi em setembro passado que Cydni decidiu fazer uma mudança. Ela parou de depilar e permitiu que sua sobrancelha crescesse tudo com o apoio de seu namorado, Joe.

Kennedy News and Media

Cydni diz que quando sua sobrancelha cresceu totalmente, ela perguntou ao namorado: “Você me prefere agora ou quando eu não tinha uma única sobrancelha?” Joe foi sincero e disse: “Não consigo me lembrar como você é sem a sua unibrow, olho as fotos antigas e não vejo você.”

Essa confiança de Cydni aumentou ainda mais com a criação de uma conta Tiktok totalmente dedicada ao movimento “corpo positivo”, que é aceitar o corpo como ele é, onde ela já tem mais de 53 mil seguidores.

“É aprender a amar a si mesmo pelo que você é e não mudar por ninguém, e é isso que minha unibrow representa para mim”, conclui.

Com informações de UPSOCL

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







Ana, 20 anos, estudante de Artes Visuais na UNESP de Bauru. Trago aqui matérias que são boas de se ler.