“Ela sabia o que viria!”, diz mãe de bebê que nasceu com cara de brava

A menina, que viralizou no mundo todo ao ser fotografada com "cara de brava" momentos depois de vir ao mundo, ainda não conheceu outra realidade que não essa que nos foi imposta desde que a pandemia de coronavírus se tornou uma grave ameaça. Para a mãe, a pequena já sabia o que estava por vir.

CONTI outra

A pequena Isabela já nasceu atraindo todos os holofotes para si. Logo que veio ao mundo, há um ano e quatro meses – um mês antes da pandemia de coronavírus- , foi fotografada com “cara de brava” e fez um tremendo sucesso não só no Brasil como em diversos outros países. Para Daiane de Jesus Barbosa, mãe da menina, a “indignação” de Isabela ao sair do útero não foi injustificada. “Ela sabia o que viria!”, brinca a mãe.

Daiane, que mora em Mesquita (RJ), conta que a bebê ainda faz sucesso com suas reações emburradas. “Ela fez a carinha de brava outras vezes, quando tinha uns 3 meses, mas a Isabela é muito tranquila, calminha, sou grata a Deus por ela ser assim um doce de criança”, diz a mãe.

Recentemente, Isabela voltou a exibir sua famosa “expressão de revolta” quando seus pais a levaram para tirar a identidade. “Ela estava bem, a coloquei no colo, e ela olhou para a câmera. Só vi que ela ficou séria, quando fui buscar o documento”, disse a mãe. Agora, a bebê faz sucesso nas redes sociais. Em seu Instagram isa_bravinha1, a pequena já tem 4 mil seguidores.

Devido à pandemia, a família se isolou e Daiane contou com o apoio da família em seu pós-parto. Ela conta que não vê a hora que todos estejam vacinados para a pandemia acabar. Só não sabemos se a pequena Isabela continuará brava.

***
Redação Conti Outra, com informações de Revista Crescer.
Fotos: Arquivo Pessoal.

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES




COMENTÁRIOS




CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.