E quando tudo virar um turbilhão dentro de ti…

E quando tudo virar um turbilhão dentro de ti. Quando todas as tuas certezas forem embora. Quando as tuas escolhas foram questionadas...

Susiane Canal

E quando tudo virar um turbilhão dentro de ti
Quando todas as tuas certezas forem embora
Quando as tuas escolhas foram questionadas
Quando o teu futuro, de repente, ficar incerto
E o presente, nebuloso
Quando começar a pensar em todas as possibilidades
E quase enlouquecer por estar, talvez a primeira vez na vida, te colocando em primeiro plano
Quando as tuas necessidades começarem a gritar no teu interior
Quando a inquietação disser que algo está errado
Quando o teu corpo explicitar que alguma coisa precisa ser feita
E quando a vida mostrar que nunca é tarde para nada
Se dê um tempo
Abra um parêntese
Respire
Não exija definições imediatas
Não tente compreender tudo
Não meta os pés pelas mãos
Faça a coisa bem feita, desta vez
Te abrace, te acalente,
Respeite as tuas emoções
Deixe a luz entrar no teu coração
Permita-se situar, novamente, no tempo e no espaço
Permita-se sentir quem és
Permita-se ser divinamente guiado
Permita-se se ver, enfim, sagrado
Certo de que isso tudo o que está acontecendo é um presente, um grande presente
Que deve ser aproveitado em suaves doses
E com muito, muito amor e gratidão.

Photo by Maycon Marmo from Pexels

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Susiane Canal
“Servidora Pública da área jurídica, porém estudante das questões da alma. Inquieta e sonhadora por natureza, acha a zona de conforto nada confortável. Ao perder-se nas palavras, busca encontrar um sentido para sua existência...”