Drica Moraes conta como recebeu a notícia de que tinha apenas 20% de chances de continuar viva

“Quando eu penso que o futuro pode ser muito terrível e as coisas podem dar muito errado, eu ainda penso nos 20% que tinha 10 anos atrás. Eu tento fazer o melhor, porque eu sei que é possível.”, disse a atriz.

REDAÇÃO CONTI outra

A atriz Drica Moraes, que recentemente participou dos dois episódios especiais da série Sob Pressão – que foca no dia a dia de médicos na linha de frente da batalha contra o coronavírus, deu uma entrevista para o programa Conversa com Bial, exibido nesta terça-feira (20).

Em determinado momento da entrevista, a atriz reviu uma cena da série e fez uma conexão entre o tema abordado na dramaturgia e a sua luta pessoal contra a leucemia.

“A médica Carolina (personagem de Sob Pressão, interpretada por Marjorie Estiano) está com um envolvimento emocional com o paciente e eu estou aquela médica pragmática, séria, ateia, que fala: ‘acredita na ciência porque é ela quem vai te nortear’. E foi isso que eu ouvi dos meus médicos 10 anos atrás.”, contou Drica.

A atriz ainda contou como lidou com o transplante de medula, que era sua única possibilidade de vencer a doença. De acordo com seu relato, mesmo se conseguisse um doador compatível, ainda tinha apenas 20% de chances de continuar viva, de acordo com os prognósticos. Ela lembrou que pensou em desistir, mas o médico a convenceu: “Eu entendi naquele momento que os 20% de chance que eu tinha de sucesso eram 100. É como se eu fizesse uma regra de 3 e eu entendi que 20 virava 100”, contou.

Drica Moraes conversa com Pedro Bial — Foto: Reprodução/TV Globo

“Quando eu penso que o futuro pode ser muito terrível e as coisas podem dar muito errado, eu ainda penso nos 20% que tinha 10 anos atrás. Eu tento fazer o melhor, porque eu sei que é possível.”, explanou ela.

Drica AINDA também fala sobre como foi retornar aos palcos do teatro após anos em recuperação. Ela traçou um longo caminho de reconstrução para conquistar confiança. “Você quase morrer gera muita desconfiança da vida, ainda mais a vida na frente de um público”, reconhece.

 

Com informações de GShow

Precisa de ajuda? Conheça a nossa orientação psicológica.


COMPARTILHE

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




REDAÇÃO CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.