Documentários esportivos imperdíveis

Por tudo que envolve a cultura esportiva, há um acervo enorme de documentários do gênero. Seja de superação, cunho político, evento histórico, história de lendas e tantos outros tópicos, há muitas ótimas opções que não podem deixarem de serem assistidas. A seguir, vão alguns documentários que se encaixam nessa categoria de “imperdíveis”.

Baseball (1994) 

 Dirigido pelo premiado Ken Burns, “Baseball” é um documentário dividido em dez partes que retrata quase 200 anos de história do beisebol. Durante essas partes, o documentário, além de mostrar partidas, fatos históricos e a mudança da cultura norte-americana ao longo do tempo, também destaca lendas do esporte como Babe Ruth, Ted Williams, Sandy Koufax, Satchel Paige, Joe Di Maggio, Willie Mays, Hank Aaron e Jackie Robinson.

Muito bem elogiado pela crítica, esse documentário é considerado um dos mais importantes e impactantes da história desse esporte. “Nós coletamos todo um material de fotografia, testemunhos e estruturamos tudo em 18 horas. Nesse documentário, contamos a história da sociedade americana através do beisebol, desde meados do século XIX até 1994 (mais tarde, em 2010, foi lançado a última parte do documentário, denominada ‘entrada extra’)”, disse Burns em uma entrevista ao lendário jornalista Charlie Rose.

“30 for 30” Once Brothers (2010)

Dirigido e escrito por Michael Tolajian, o documentário da série “30 for 30” (da ESPN) , disponível no WatchESPN, conta a história de amizade entre duas lendas do basquete mundial e da NBA, Drazen Petrovic e Vlade Divac. Entretanto, questões políticas acabaram estremecendo amizade entre ambos antes de um acidente trágico em 1993.

Sites especializados da crítica avaliam o Once Brothers como um dos melhores documentários esportivos. O IMdb atribui nota 8,5/10 ao documentário. Já os usuários do Rotten Tomatoes avaliam em 4,1/5.

Exército Vermelho (2014)

Dirigido e escrito por Gabe Polsky, o documentário revela a história da dinastia esportiva mais dominante da história. Projeto idealizado pela União Soviética em meados da década de 1950, as equipes de hóquei no gelo dominariam o esporte por quase 40 anos.

“É um trabalho ambicioso de Polsky. Ele coloca o hóquei não apenas com a geopolítica, mas também com história pessoal e drama humano”, opina Mark Feeney, crítico do Boston Globe.

Kid Poker (2015)

Dirigido por Gary Davis e Francine Watson, este documentário mostra a trajetória do canadense Daniel Negreanu, esportista que mais ganhou em premiações no poker e um dos melhores do mundo no esporte.

O vencedor de seis braceletes de ouro da World Series of Poker (WSOP) faz parte de um seleto grupo da PokerStars, o “Team PokerStars Pro”, que reúne alguns dos principais profissionais da modalidade.

Senna (2010) 

 Dirigido por Asif Kapadia, o documentário mostra, durante a década de 1980 e início da década seguinte, a carreira de um dos maiores pilotos de Fórmula 1 que o mundo já viu.

“Você não precisa saber nada sobre corridas de carro. Ao invés disso, você simplesmente tem que gostar de uma ótima história, que tenha todos os elementos: drama, inspiração, competição, vitória, derrota, traição e, acima de tudo, tragédia”, analisa o crítico Bill Goodykoontz, do jornal Arizona Republic.

Quando Éramos Reis (1996)

Vencedor do Oscar na categoria melhor documentário em 1997, o documentário dirigido por Leon Gast gira, de forma brilhante, em torno da luta histórica entre as lendas Muhammad Ali e George Foreman, no Zaire, que aconteceu em 30 de outubro de 1974.

“A Luta do Século”, como ficou conhecida, foi disputada em um estádio para mais 100 mil pessoas, teve presença de grandes personalidades e foi acompanhada por milhões de pessoas.

Imagem de capa: SOURCE: Public Domain Pictures- Photo by Petr Kratochvil – License: CC0 Public Domain

COMPARTILHE

RECOMENDAMOS



CONTI outra
As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.

COMENTÁRIOS