Os jornalistas Demétrio Magnolli e Gerson Camarotti causaram uma saia justa no programa “Em Pauta”, da GloboNews, nesta segunda-feira (31). Emquanto comentavam os próximos passas de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente, os jornalistas discordaram a respeito do assunto e acabaram se desentendendo ao vivo.

A discussão ficou tão acalorada que o âncora do jornalístico, Marcelo Cosme, precisou agir rapidamente para impedir que a situação ficasse ainda pior. Tudo começou quando Demétrio deu a sua opinião a respeito dos futuros integrantes dos ministérios de seu governo: “A obrigação de Lula é governar com sua coligação original… Se essas pessoas vão entrar no governo, isso deixa o Brasil numa situação onde existe um governo de todo mundo e um oposição puramente bolsonarista. Não é muito democrático isso”.

Ao ouvir as palavras do colega, Camarotti rebateu: “Você tá se referindo a quem exatamente?”. Imediatamente, Demétrio respondeu: “Simone Tebet, Ciro Gomes e também as forças políticas que costumam se alinhar a Fernando Herique e economistas do Plano Real. Não me parece que o que essas pessoas pensam não esteja contemplado no plano de governo, nas propostas e plataformas de Lula… Se essas pessoas entram no governo, teremos um pacto que não resulta de um acordo programa, resultando em uma oposição puramente bolsonarista”.

Em seguida, Gerson tentou explicar que o processo em questão se tornou algo completamente natural na política brasileira e citou o atual governo: “Isso faz parte da tradição brasileira. Exemplo disso é o governo de Bolsonaro ligado diretamente ao centrão, que chegou a ser oposição ao atual presidente nas eleições de 2018. A tradição presidencialista do Brasil é de composições, é de alianças, até para se conseguir governar, ou seja, para criar governabilidade. Então, essa composição é absolutamente natural e necessária”.

Assista:

***
Redação Conti Outra, com informações Em Off.
Fotos: Reprodução.

RECOMENDAMOS




LIVRO NOVO: FABÍOLA SIMÕES







As publicações do CONTI outra são desenvolvidas e selecionadas tendo em vista o conteúdo, a delicadeza e a simplicidade na transmissão das informações. Objetivamos a promoção de verdadeiras reflexões e o despertar de sentimentos.